Santa Dulce dos Pobres

olhares
13.08.2020, 18:27:11
Atualizado: 13.08.2020, 18:50:55
Em 13 de agosto do ano passado, Irmã Dulce, a freira brasileira que dedicou a vida à caridade, tornou-se Santa Dulce dos Pobres, numa cerimônia conduzida pelo papa Francisco, no Vaticano. (Arisson Marinho/CORREIO)

Santa Dulce dos Pobres

Cerca de 100 pessoas estiveram presentes na missa que celebrou o Dia da Santa Dulce dos Pobres em Salvador. Do lado de fora do santuário, mais fiéis acompanharam a cerimônia.

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Usando máscaras e respeitando o distanciamento necessário durante a pandemia, cerca de 10 fiéis acompanharam a missa.
Usando máscaras e respeitando o distanciamento necessário durante a pandemia, cerca de 10 fiéis acompanharam a missa. (Arisson Marinho/CORREIO)
Do lado de fora, mais pessoas acompanhavam a celebração.
Do lado de fora, mais pessoas acompanhavam a celebração. (Arisson Marinho/CORREIO)
Irmã Dulce nasceu em Salvador, da Bahia, em 1914, e morreu em 1992. São atrubuídos a ela pelo menos dois milagres que foram reconhecidos pela Igreja Católica.
Irmã Dulce nasceu em Salvador, da Bahia, em 1914, e morreu em 1992. São atrubuídos a ela pelo menos dois milagres que foram reconhecidos pela Igreja Católica. (Arisson Marinho/CORREIO)
Durante todo o dia, devotos foram até o espaço para fazer sua oração a santa.
Durante todo o dia, devotos foram até o espaço para fazer sua oração a santa. (Arisson Marinho/CORREIO)
Soteropolitanos demonstram sua fé a Santa Dulce dos Pobres.
Soteropolitanos demonstram sua fé a Santa Dulce dos Pobres. (Arisson Marinho/CORREIO)

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas