Secretário sugere revisão dos critérios de distribuição das vacinas na Bahia

coronavírus
17.06.2021, 10:33:13
(Arisson Marinho/Arquivo CORREIO)

Secretário sugere revisão dos critérios de distribuição das vacinas na Bahia

Também vai propor que imunização siga agora somente critério etário no estado

O secretário de Saúde da Bahia, Fábio Vilas-Boas, disse nesta quinta-feira (17) que vai sugerir uma mudança nos critérios de distribuição das vacinas contra a covid-19 no estado. A ideia é que a divisão aconteça de maneira proporcional ao número de habitantes de cada cidade, com a imunização seguindo um critério etário. 

O assunto será discutido hoje à tarde, em reunião da Comissão Intergestores Bipartite (CIB), instância deliberativa que reúne representantes dos 417 municípios baianos e do estado. 

Segundo o secretário, o Ministério da Saúde já reconheceu que por adotar a última campanha de influenza como base para a distribuição da vacina acabou criando assimentrias. "Há localidades com mais de 80% da população vacinada, enquanto outras, tem pouco mais de 30%", diz Fábio. "Diante disso, farei a proposta para que a distribuição seja proporcional ao número de habitantes de cada município em relação ao estado e que a imunização seja exclusivamente por idade ao invés de grupos prioritários”, acrescenta.

Nas redes sociais, Fábio falou que é preciso que "seja feita uma forma de ajuste para que possamos liberar mais vacinas de forma mais estratégica", para atingir uma "equalização" em todo estado.

O secretário de Saúde de Salvador, Leo Prates, comentou a possibilidade. "É um avanço a CIB colocar como critério de distribuição a população. Mas, nós defendemos também que eventuais assimetrias entre a proporção do município vacinadas seja corrigida. O princípio do SUS é igualdade e a Bahia deve ser a terra da igualdade", escreveu em uma rede social.

A Bahia tem 11.148.781 de habitantes acima de 18 anos, segundo estimativa do governo. Até agora, são  4.243.404 vacinados com a primeira dose, o que representa mais de 38% da população projetada. 

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas