Seis nomes, três vagas: Vitória tem problemas no meio-campo

e.c. vitória
03.03.2020, 06:36:00
Geninho escalou Neto e Rend em todos os jogos da temporada (Letícia Martins / EC Vitória)

Seis nomes, três vagas: Vitória tem problemas no meio-campo

Desfalques de Fernando Neto e Guilherme Rend abre disputa para duelo com o Lagarto-SE

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

O Vitória terá um duelo decisivo na quinta-feira (5), quando recebe o Lagarto-SE, em jogo único pela segunda fase da Copa do Brasil. A classificação à terceira fase paga R$ 1,5 milhão ao clube vencedor.

>> Leia todas as notícias do VITÓRIA no CORREIO

O técnico Geninho perdeu dois dos seus destaques para o duelo. O meia Fernando Neto foi diagnosticado com um estiramento grau 1 na coxa esquerda. O prazo para recuperação é de 15 dias.

O meia junta-se a Guilherme Rend na lista de baixas. O volante, por sua vez, está suspenso por ter sido expulso no empate em 0x0 com o Imperatriz-MA, pela 1ª fase.

A ausência da dupla abre uma enorme interrogação no meio-campo do Vitória, com seis nomes na disputa por três vagas. Detalhe: nenhum deles com histórico de titular.

Rend e Neto foram titulares de todos os seis jogos da equipe principal, comandada por Geninho. O terceiro homem do meio-campo, no entanto, ainda não se firmou.

Em quatro partidas, Gerson Magrão foi quem fechou a trinca. O veterano de 34 anos, porém, não agradou. Contra o Freipaulistano, na penúltima partida da equipe principal, Geninho testou Rodrigo Andrade. E no duelo da última quinta, diante do CRB, Jean foi quem fez a função.

O mais curioso é que, no último domingo (1º), no clássico entre times de aspirantes pelo Campeonato Baiano, Agnaldo Liz mandou a campo todas as demais opções de Geninho para a função.

Talvez já sabendo da lesão de Fernando Neto, o comandante do time de aspirantes escalou Romisson, Matheus Tenório e Eduardo como titulares do meio-campo. O trio vinha treinando desde o início da temporada com o elenco de Geninho, mas acabou cedido ao sub-23 especialmente para o Ba-Vi.

Se o prazo de 15 dias para recuperação for cumprido, Fernando Neto só retornará ao Vitória para o duelo com o Botafogo-PB, fora de casa, pela última rodada da 1ª fase da Copa do Nordeste.

O meia perderá, assim, os jogos contra ABC, fora de casa, e River-PI, no Barradão, pelas 6ª e 7ª rodadas do Nordestão. Os duelos estão marcados, respectivamente, para os  dias 8 e 14 deste mês.

JEAN

Por ser o único com características defensivas, assim como Rend, o volante está praticamente garantido no duelo contra o Lagarto-SE. O que pesa contra ele é que, diante do CRB, não foi bem e acabou substituído.

GERSON MAGRÃO

Começou o ano titular ao lado de Fernando Neto e Rend. Foram quatro jogos nesta condição, mas acabou perdendo a vaga. Nos últimos dois jogos, Geninho testou opções para o seu lugar. Mesmo assim, sai na frente.

RODRIGO ANDRADE

Iniciou o ano com lesão, mas depois que se recuperou foi titular contra o Freipaulistano e entrou no decorrer do jogo com o CRB. No entanto, foi pouco usado como titular por Geninho na Série B do ano passado.

ROMISSON

Jogador que estava sem espaço no ano passado, mas que ganhou chances justamente com Geninho em meio a desfalques e agradou – ao ponto de ter contrato renovado. Foi titular no Ba-Vi de domingo.

EDUARDO

Garoto de 19 anos foi alçado do sub-20 ao time principal por Geninho. Nos últimos dois jogos, defendeu o sub-23 e tomou conta da vaga como titular. Corre por fora, mas está em pleno ritmo e isso pode ajudá-lo.

MATHEUS TENÓRIO

Tem tornado-se figurinha certa usada por Geninho no segundo tempo. Já entrou no decorrer de três jogos da equipe principal, sempre com boas 
atuações. No Ba-Vi, foi titular. Pode ser a surpresa.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas