Seis times disputam quatro vagas nas semifinais do Baianão

esportes
26.07.2020, 05:00:00
Campeonato Baiano conhecerá os semifinalistas (Felipe Oliveira/ EC Bahia/ Divulgação)

Seis times disputam quatro vagas nas semifinais do Baianão

Domingo promete ser de muita emoção no campeonato estadual

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

A primeira fase do Campeonato Baiano chega ao fim neste domingo (26), e a promessa é de emoção do início ao fim dos duelos decisivos. Depois de oito rodadas, nenhum dos dez participantes tem vaga garantida na semifinal do torneio. Se na parte de baixo na tabela o Jacobina já teve o seu rebaixamento confirmado, na parte de cima seis clubes disputam as quatro vagas no mata-mata. 

O Jacuipense lidera, seguido pelo Bahia com os mesmos 15 pontos. O Leão do Sisal leva vantagem no saldo de gols (7 a 5). Os dois precisam só de um empate para confirmar a classificação às semifinais.

O Jacupa, inclusive, vai encarar uma equipe que ainda tem ambições. Recebe o Atlético, terceiro colocado, no Barradão. O Carcará chega empolgado após vencer o Bahia por 1x0 na rodada passada.

Enquanto isso, o Bahia encara o já eliminado Fluminense de Feira, no estádio de Pituaçu, e tenta retomar a liderança.O tricolor vai mandar à campo um time mesclado outra vez, já que encerrou o elenco de aspirantes durante a pandemia e agora divide as atenções com a Copa do Nordeste.

Outro confronto direto pelo G4 acontece na Arena Cajueiro. A Juazeirense, quarta colocada, visita o Bahia de Feira, quinto, e qualquer deslize pode ser fatal para ambos. 

Também em Feira de Santana, mas no Joia da Princesa, o Vitória tenta evitar o vexame de ficar fora do mata-mata do Baiano pelo segundo ano consecutivo. O Leão, eliminado no Nordestão, enfrentará o Doce Mel e, além de vencer, torce contra os rivais para avançar. 

Confira o que cada time precisa fazer para avançar de fase: 

  • Jacuipense - Líder do Baianão, o Jacuipense depende somente de um empate para avançar às semifinais do estadual. Com 15 pontos e 7 gols de saldo, o time  pode classificar até se perder para o Atlético, pois  a única maneira do Jacupa ficar de fora é se o Bahia pontuar, o Vitória ganhar e tirar 6 gols de saldo e se houver vencedor em Bahia de Feira × Juazeirense.
  • Bahia - O cenário do tricolor é similar ao do Jacuipense. O tricolor se garante na semifinal com um empate contra o Fluminense de Feira em Pituaçu. Em caso de derrota, só fica de fora se o Atlético bater o líder Jacuipense, o Vitória  ganhar e tirar 4 gols de saldo e se houver vencedor em Bahia de Feira × Juazeirense.
  • Atlético de Alagoinhas - Para depender só de si, o Atlético precisa vencer o  Jacuipense no Barradão. Em caso de empate, o Carcará vai torcer para que o Vitória não vença o Doce Mel ou para que haja empate entre Bahia de Feira e Juazeirense. A equipe de Alagoinhas também avança em caso de derrota desde que o Vitória não ganhe do Doce Mel.
  • Juazeirense - Depois de entrar no G4 na rodada passada, a Juazeirense precisa vencer para se garantir nas semifinais do Baianão sem depender de ninguém. Em caso de empate com o Bahia de Feira, o Cancão vai ter que torcer para o Vitória, que tem 12 pontos, não ganhar do Doce Mel. Se a Juazeirense perder, dará adeus ao estadual.
  • Bahia de Feira - O Bahia de Feira tem um confronto direto com a Juazeirense. Para ficar com a vaga no G4, só o triunfo interessa. O Tremendão também torce por um dos seguintes cenários:  não ser ultrapassado no saldo de gols caso o vitória vença o Doce Mel (o time de Feira tem 3 contra 1 do Leão) ou que o Atlético não ganhe.
  • Vitória - Sexto colocado com 12 pontos, o Vitória precisa vencer o Doce Mel e torcer por empate em Bahia de Feira × Juazeirense. Se houver vencedor, precisa que o Atlético não ganhe do Jacuipense. Em caso de triunfos do Atlético e do Bahia de Feira, o Leão tem que superar o Tremendão no saldo (3 contra 1). Hipótese mais remota envolve uma derrota do Bahia da capital, tirando 4 de saldo.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas