Seleção brasileira se refugia na Granja Comary antes de final

esportes
03.07.2019, 09:32:00
Atualizado: 03.07.2019, 09:34:23
Jogadores da seleção brasileira vão treinar na Granja Comary para a final da Copa América (Lucas Figueiredo/CBF)

Seleção brasileira se refugia na Granja Comary antes de final

Os jogadores ganharam folga depois de bater a Argentina e se reapresentam na noite dessa quarta-feira (3)

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

A comemoração pela vitória por 2x0 sobre a Argentina, na noite de terça-feira (2), em Belo Horizonte, renderá para a seleção brasileira um dia de descanso e, depois, foco total na final da Copa América, domingo (7), no Maracanã. O elenco do técnico Tite mudou a programação e escolheu o isolamento na reta final de preparação. O grupo vai se preparar para a decisão na Granja Comary, em Teresópolis, e não na cidade do jogo, o Rio de Janeiro. 

Originalmente, as seleções da Copa América se preparam para a partida seguinte em locais de treinos preestabelecidos pela organização. No caso do Rio, locais como o CT da Barra, do Fluminense, e a Escola de Educação Física do Exército, na Urca, estão na lista de centros disponíveis para as equipes. O Brasil, no entanto, resolveu abrir mão dessas opções e montar o próprio esquema para a final.

A comissão técnica decidiu se preparar para a decisão em Teresópolis e usar a própria estrutura criada pela CBF para uso da seleção brasileira. Os jogadores passaram cerca de 15 dias no local até o começo de junho, quando viajaram no dia 4 para o amistoso contra o Catar, em Brasília. Naquela época, o atacante Neymar ainda fazia parte do grupo. Dias depois, o jogador sofreu uma lesão no tornozelo direito e foi cortado da competição.

Os jogadores ganharam folga depois de bater a Argentina e só se reapresentam à seleção brasileira na noite dessa quarta-feira (3). Após o jantar, o grupo viaja para o Rio e, na sequência, completa o trecho de ônibus até Teresópolis. Por lá, o técnico Tite deve comandar vários treinos fechados, a exemplo do feito nos últimos dias. A equipe só deve retornar à capital fluminense no sábado (6).

"Temos de valorizar a chegada à final. Fizemos um grande jogo contra a Argentina. Tivemos em campo duas equipes com recursos técnicos impressionantes", comentou Tite. "Tivemos uma grande vitória, mostramos nossa força. Agora é focar na final. É preciso se preparar bem e ter uma boa preparação", disse o atacante Roberto Firmino, autor do segundo gol.

A oportunidade de se hospedar e treinar no mesmo local, como é o caso da Granja Comary, ajuda o Brasil a minimizar também problemas com logística. Nesta Copa América, algumas equipes, inclusive a própria seleção, criticaram o tempo de deslocamento entre os hotéis predeterminados pela organização e os locais de treinos.


***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas