Seleção brasileira vence a Inglaterra com dois gols de Debinha

esportes
05.10.2019, 11:41:30
Atualizado: 07.10.2019, 12:42:22
(Divulgação)

Seleção brasileira vence a Inglaterra com dois gols de Debinha

Foi a primeira vitória do Brasil sobre as adversárias europeias

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Com dois gols da atacante Debinha, a seleção brasileira feminina derrotou a Inglaterra, neste sábado (5), por 2 a 1, em amistoso disputado no Estádio Riverside, em Middlesbrough, na Inglaterra.

Foi a primeira vitória do Brasil sobre as adversárias europeias, que ficaram em quarto lugar na Copa do Mundo da França. Na próxima terça-feira o adversário do time da técnica sueca Pia Sundhage será a Polônia, às 15h15, na Suzuki Arena, na cidade polonesa de Kielce. A treinadora vai defender uma invencibilidade no comando do time nacional, pois bateu a Argentina por 5 a 0 e empatou sem gols com o Chile.

O primeiro tempo foi muito ruim para o Brasil. Com 61% de posse de bola, as inglesas tiveram pelo menos cinco boas chances para marcar. Em três delas, destaque para a goleira Bárbara. Mead, após passar por marcação dupla, perdeu gol de forma incrível.

O sistema 4-4-2 adotado por Pia Sundhage deixou o Brasil sem força no meio-de-campo. O setor ofensivo ficou isolado e pouco foi municiado. Tímido, o Brasil só tentou três finalizações a gol, acertando o alvo em apenas uma, enquanto a Inglaterra arriscou oito vezes.

No segundo tempo, o Brasil voltou totalmente diferente. Pia fez três alterações: entraram Mônica, Maria e Ludmila nos lugares de Giovanna, Marta e Chu. A seleção passou a marcar a saída de bola inglesa, teve um meio campo mais "povoado" e Maria e Tamires mostraram força no apoio ao ataque.

Logo aos três minutos, Tamires fez grande jogada pela esquerda, ao deixar Parris no chão, após dois lindos dribles. O cruzamento foi na cabeça de Debinha, que teve a colaboração da goleira Earps para abrir o placar.

As inglesas sentiram o golpe e tentaram a recuperação, mas Bárbara mostrou segurança. Aos 21, a sorte ajudou o Brasil. Maria fez boa jogada pela direita e cruzou para Debinha. O chute da atacante desviou na zaga inglesa e encobriu a goleira Earps: 2 a 0.

O Brasil passou a atuar no contra-ataque e sofreu pressão. Aos 35, Houghton cruzou na área brasileira e England subiu bastante para ganhar de Mônica e cabecear forte. Bárbara ainda tocou na bola, mas não conseguiu evitar o gol.

Mas nos minutos finais, a goleira foi muito importante ao defender duas finalizações muito perigosas das europeias, garantindo a vitória brasileira.
 

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas