Seleção goleia o Paraguai com futebol bonito no Mineirão

esportes
01.02.2022, 23:33:00
Raphinha marcou o primeiro gol do Brasil contra o Paraguai (Lucas Figueiredo/CBF)

Seleção goleia o Paraguai com futebol bonito no Mineirão

Brasil domina do início ao fim e mostra forte jogo coletivo e talento individual

O Brasil ganhou fácil do Paraguai pelas Eliminatórias da Copa do Mundo, na noite desta terça-feira (1º), no Mineirão, em Belo Horizonte. E se o resultado de 4x0 pouco fez diferença em termos práticos na tabela, chamou atenção positivamente o nível de exibição da Seleção sem sua principal estrela, Neymar, que está machucado.

Com a vaga no Mundial garantida por antecipação desde o ano passado, Tite aproveitou o jogo em casa para testar Lucas Paquetá no meio campo e para firmar o trio de ataque que vem observando nas últimas rodadas, com Raphinha, Matheus Cunha e Vinicius Júnior. Dá para dizer que eles avançaram mais um passo rumo ao Catar em novembro.

A troca de passes em alta velocidade e objetiva na direção do gol adversário é um ponto positivo que a Seleção precisa manter em seu repertório até a Copa. Defensivamente, a partida não permitiu análise substancial porque o Brasil dominou as ações desde o primeiro minuto e não foi exigido pelo Paraguai.

Desde o primeiro minuto é quase literalmente falando. Com um minuto e meio, Matheus Cunha se embolou com o marcador ao tentar dominar a cobrança de lateral feita por Daniel Alves e Raphinha levou a bola e bateu no cantinho. A bola entrou, só que o gol não valeu porque o VAR flagrou um toque na mão do ponta direita na jogada.

Raphinha, atacante do inglês Leeds, era opção frequente. Na segunda oportunidade, Matheus acionou Vinicius Júnior na esquerda e ele cruzou rasteiro para o camisa 19 só escorar pro gol aberto, mas ele se atrapalhou ao tentar o chute com a canhota e bateu com o tornozelo direito na bola. Por cima.

Foi preciso pouco tempo para se redimir. Aos 27 minutos, Raphinha recebeu um lançamento primoroso de Marquinhos, direto da zaga. Dominou, cortou Arzamendia e bateu no canto de Silva. Enfim o gol: 1x0. Vale destacar no lance, além do passe do zagueiro, a movimentação do ponta ao aparecer na posição de centroavante para receber em condição de finalizar.

A sequência do primeiro tempo transcorreu com o Brasil perdendo chances de ampliar. Coutinho tentou de cabeça, Matheus Cunha arriscou um chute cruzado, e Vinicius Júnior, outro destaque em campo, perdeu um gol incrível ao conduzir errado e chutar em cima do goleiro Silva. Thiago Silva, de cabeça, parou em uma ótima defesa do goleiro paraguaio.

O segundo tempo já começou com Raphinha acertando a trave no que seria um golaço, após cruzamento de Vinicius Júnior da esquerda aos 3 minutos. Aos 10, Paquetá perdeu diante do goleiro.

Quem fez foi Philippe Coutinho. Em mais um passe de Marquinhos, ele viu o goleiro mal colocado, encobriu e fez um golaço aos 16 minutos.

O panorama da partida seguiu o mesmo até o fim, com apenas o Brasil atacando. Tite colocou Antony, Gabriel Jesus, Bruno Guimarães, Everton Ribeiro e Rodrygo para ganharem minutos de jogo. Ainda virou goleada no final. Antony, batendo colocado de fora da área, fez 3x0 aos 40 minutos. E Rodrygo, com passe de Bruno Guimarães e gol vazio, anotou o quarto, dois minutos depois.

Seleção na Fonte Nova 
O próximo jogo da Seleção será em Salvador: Brasil x Chile no dia 24 de março, na Fonte Nova. A partida é válida pela 17ª e penúltima rodada, embora seja a 16ª do Brasil, já que o clássico contra a Argentina (pela 6ª rodada) não aconteceu.

***

Em tempos de desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informações nas quais você pode confiar. E para isso precisamos de uma equipe de colaboradores e jornalistas apurando os fatos e se dedicando a entregar conteúdo de qualidade e feito na Bahia. Já pensou que você além de se manter informado com conteúdo confiável, ainda pode apoiar o que é produzido pelo jornalismo profissional baiano? E melhor, custa muito pouco. Assine o jornal.


Relacionadas