Sem garantia de igualdade, Federação de Judô cancela eventos

esportes
20.07.2018, 14:53:27
Flicker, segundo da esquerda para a direita, competiu sem a bandeira de Israel (Gabriela Sabau/IJF/Divulgação)

Sem garantia de igualdade, Federação de Judô cancela eventos

Após judoca israelense competir sem bandeira, Grand Slam de Abu Dhabi e o Grand Prix de Túnis são cancelados

A Federação Internacional de Judô (FIJ) mostrou que não aceita a intolerância de alguns países em relação à influência de problemas políticos nas competições do esporte. Assim, adotando uma postura rígida, o Grand Slam de Abu Dhabi, nos Emirados Árabes, e o Grand Prix de Túnis, na Tunísia, dois torneios tradicionais, foram cancelados do calendário da entidade.

Tudo começou com um problema que ganhou grande notoriedade no ano passado. Em Abu Dhabi, o israelense Tal Flicker ganhou a medalha de ouro na catetgoria meio-leve. Como os Emirados Árabes não reconhecem Israel como país e possuem divergências políticas com o país natal de Flicker, a bandeira não foi hasteada, nem o hino tocado. O judoca, então, cantou sozinho o hino israelense.

Por conta disso, a FIJ mandou um comunicado às federações nacionais pedindo garantias dos governos de igualdade no tratamento dos atletas, norma de seu estatuto. Como não houve respostas dos árabes e dos tunisianos, resolveu cancelar os eventos.

"A Federação Internacional de Judô está ciente da situação e dos incidentes registrados por causa de um complexo e complicado contexto histórico, mas acredita firmemente que políticas não deveriam interferir nos esportes e os esportes deveriam refletir respeito, tolerância e cooperação mútua e, como uma das maiores expressões humanas, deveriam ter o poder de superar qualquer conflito ou interesse", diz a nota explicativa da entidade, que enfatiza que a suspensão vale até a FIJ ter as garantias de igualdade por parte dos governos. 

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas