Sem hesitar, Djokovic vence Schwartzman em estreia no ATP Finals

esportes
16.11.2020, 20:24:00
Atualizado: 16.11.2020, 20:24:19
Djokovic venceu Diego Schwartzman em 1h17min (Foto: Ella Ling/ATP Tour)

Sem hesitar, Djokovic vence Schwartzman em estreia no ATP Finals

Número 1 do mundo derrotou argentino por 2 sets a 0, com parciais de 6/3 e 6/2; Bruno Soares e Mate Pavic também estrearam ganhando

Sem hesitar, o sérvio Novak Djokovic derrotou o argentino Diego Schwartzman por 2 sets a 0, com parciais de 6/3 e 6/2, em sua estreia no ATP Finals. O número 1 do mundo precisou de apenas 1h17min para derrubar o rival, atual 9º do ranking mundial, no torneio que encerra a temporada e reúne os oito melhores do ano, em Londres.

Mais sólido ao longo de toda a partida, o favorito só levou um susto no começo da partida, quando chegou a perder o saque. Mas conseguiu devolver a quebra logo na sequência. E, depois, no oitavo game, faturou nova quebra para sacramentar o primeiro set e abrir boa vantagem na partida.

Embalado, Djokovic seguiu melhor na segunda parcial. Ele obteve uma quebra logo no primeiro game do set e voltou a se impor no saque do argentino no quinto game, encaminhando a vitória. Com o resultado, o sérvio manteve o retrospecto perfeito contra Schwartzman: agora são sete triunfos e nenhuma derrota.

Ainda pelo Grupo Tóquio 1970, o russo Daniil Medvedev superou o alemão Alexander Zverev por 2 sets a 0, com parciais de 6/3 e 6/4, em 1h29min. Os dois tenistas reeditaram a final do Masters 1000 de Paris, disputada há oito dias e que também contou com vitória do tenista da Rússia. Em bom momento neste fim de temporada, Medvedev enfrentará na sequência, na quarta-feira (18), Novak Djokovic

Favorito ao título, o atleta da Sérvia entrou no torneio com a posição de número 1 garantida até o fim do ano. Ele alcançou o recorde do americano Pete Sampras, que terminou seis temporadas como líder do ranking. Agora, Djokovic persegue outro recorde: o de títulos do Finals. O suíço Roger Federer é o atual dono da marca, com seis conquistas.

Soares e Pavic estreiam com vitória
Favoritos ao título do ATP Finals, Bruno Soares e Mate Pavic estrearam com vitória no torneio que encerra a temporada e reúne as oito melhores duplas do ano, em Londres. Nesta segunda-feira (16), brasileiro e croata derrotaram, de virada, o austríaco Jürgen Melzer e o francês Edouard Roger-Vasselin por 2 sets a 1, com parciais de 6/7 (6/8), 6/1 e 10/4.

"O jogo foi muito bom desde o início. Criamos algumas oportunidades no set, mas eles salvaram e jogaram muito bem sob pressão. No tie-break nós jogamos muito firmes, mas no 6-5 o Melzer fez três mágicas para fechar o set. Mérito total deles, foram belíssimas devoluções", analisou Soares.

"O mais importante é que a gente continuou com a energia alta e não deixou se abalar pela derrota no primeiro set. Já fomos para o segundo com essa energia toda e quebramos logo no início. No match tie-break foi a mesma coisa, voltamos firmes para o jogo e aproveitamos a confiança", disse o brasileiro.

Soares e Pavic formam a melhor dupla da temporada até agora. E, para garantir esta posição até o fim do ano, vão precisar vencer o campeonato ou torcer por uma combinação de resultados. Juntos, brasileiro e croata foram campeões do US Open e vice de Roland Garros.

O próximo jogo da dupla, nesta fase de grupos do Finals, será contra o espanhol Marcel Granollers e o argentino Horacio Zeballos, que superaram o australiano John Peers e o neozelandês Michael Venus por 7/6 (7/2) e 7/5. A partida está marcada para quarta-feira.

"Vai ser pedreira, mas não dá para esperar outra coisa aqui no Finals, é só porrada. São dois caras que já sabemos o que esperar, fizemos dois confrontos duríssimos contra eles neste ano, no US Open e em Roma. Agora é tentar jogar com a nossa agressividade e fazer o nosso jogo", projetou Soares.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas