“Senhor, dai-me força", diz Maraisa após morte de Marília Mendonça

entretenimento
06.11.2021, 10:35:50

“Senhor, dai-me força", diz Maraisa após morte de Marília Mendonça

Cantora fez primeiro pronunciamento após a morte da amiga

A cantora Maraisa, dupla de Maiara, falou pela primeira vez sobre a morte trágica de Marília Mendonça. Em posts publicados na manhã deste sábado (6), ela pediu forças para enfrentar o momento difícil.

“Senhor, dai-me força pq sei que esse é o desejo da minha irmã. Senhor me sustente para que eu seja fortaleza aos que necessitam de mim", escreveu.

Em outro post, ela publicou a foto de um anel com o símbolo do infinito.

(Foto: Reprodução/Twitter)

Acidente
A cantora e compositora Marília Mendonça morreu, nesta sexta-feira (5), aos 26 anos. A sertaneja estava à bordo de um King Air C90A que caiu nos arredores da cachoeira da Piedade, próximo ao aeroporto de Ubaporanga, em Minas Gerais.

Além dela, o avião tinha quatro ocupantes, que seriam um produtor, um assessor, o piloto e o copiloto.

O assessor de imprensa Henrique Bonfim Ribeiro, conhecido como Bahia, é uma das vítimas do acidente aéreo que vitimou a cantora Marília Mendonça. O baiano trabalhava na equipe da cantora.

Ela estava desacordada dentro do avião durante todo o período e, quando o resgate a localizou, ela estava sem vida.

Em um primeiro momento, a assessoria de imprensa da artista informou que ela tinha sido resgatada com vida, mas a informação se provou falsa momentos depois.

Marília iria realizar um show na cidade mineira na noite desta sexta. A cantora chegou a postar um vídeo mais cedo afirmando que ia fazer um show. Ela viajava de Goiânia, em Goiás, para Caratinga, onde faria a apresentação. 

***

Em tempos de desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informações nas quais você pode confiar. E para isso precisamos de uma equipe de colaboradores e jornalistas apurando os fatos e se dedicando a entregar conteúdo de qualidade e feito na Bahia. Já pensou que você além de se manter informado com conteúdo confiável, ainda pode apoiar o que é produzido pelo jornalismo profissional baiano? E melhor, custa muito pouco. Assine o jornal.


Relacionadas