Série Borges tira sarro de youtubers e influenciadores digitais

entretenimento
13.03.2018, 11:00:00
Série utiliza crise financeira como mote para humor ácido (Foto: Divulgação)

Série Borges tira sarro de youtubers e influenciadores digitais

Trama é nova produção do grupo Porta dos Fundos e lança nesta terça (13) no Comedy Central

A realidade dos brasileiros não está fácil. Mas, mesmo com a com a crise financeira, o povo verde e amarelo consegue, em muitos casos, ainda sorrir e fazer o outro gargalhar. E é pegando o mote da comédia e misturando com o caos do país que nasce a série Borges Importadora Limitada, que vai ao ar a partir desta terça-feira (13), às 21h30, no canal fechado Comedy Central.

O grupo de humor Porta dos Fundos, que mantém, com mais de 14 milhões de inscritos, um dos maiores canais de Youtube do país, é o responsável pela nova produção. A trama acompanha o cotidiano de quatro sócios de uma importadora falida após decidirem abrir um canal de humor no YouTube para tentar salvar a empresa e tirar os nomes da lama. Os contratados descobrem a falência da companhia da pior forma possível: chegam ao trabalho e descobrem que foram enganados pela proposta de sociedade, sendo, então, os únicos donos de milhares de dívidas e processos trabalhistas.

Texto aborda as controvérsias do politicamente correto com ironias
(Foto: Divulgação)

Humor crítico
O texto promete ser uma metralhadora de ironias e provocações, que abordam as controvérsias do politicamente correto e não poupam aspirantes a youtubers e até mesmo os próprios integrantes do Porta. "As pessoas acham que ter um canal e fazer vídeos é muito fácil, mas é muito mais difícil do que um trabalho convencional. A série exemplifica isso com muito do que todos nós passamos", conta Ian SBF, diretor da série e sócio do Porta dos Fundos, que costuma lançar esquetes com base no humor crítico. Confira um dos vídeos mais recentes do canal:

Por mudarem completamente os rumos de suas carreiras, os novos sócios precisam se reinventar. Erasmo (Antonio Tabet), sem nenhuma aptidão criativa, cuida da área comercial; Pablo (Rafael Portugal) deixa o almoxarifado e se torna, a contragosto, o protagonista dos filmes; a estressada Rosana (Thati Lopes) vira chefe de produção; e Sonia (Karina Ramil), a mais criativa, cuida dos roteiros e direção dos vídeos.

Tipo novela?
Com 10 episódios de 30 minutos (cada) já finalizados para a primeira temporada, a atriz Thati Lopes contou, em conversa com o CORREIO, que imagina que uma segunda temporada seja garantida em breve. "A trama é finalizada de uma forma que deixa perguntas no ar, ainda que dê para sentir o tom de desfecho. Temos muita brecha para dar continuação", exclama a youtuber, que lança a sua segunda série com o grupo do Porta, após O Grande Gonzalez. "É uma série para rirmos dos problemas, ainda que possamos, assim, refletir mais sobre eles", pontua.

Atriz Thati Lopes conversou com o CORREIO sobre nova série e afirma que a trama tem gancho para uma segunda temporada
(Foto: Reprodução do YouTube)

Com o melhor estilo Friends da coisa, a atriz promete que certas piadas da série só serão entendidas por quem acompanhar os episódios na ordem correta. “É para criar apego pelos personagens mesmo”, diz. Thati ainda afirma que o público pode esperar muitas participações especiais e reviravoltas. 

"Alguns personagens são mais dramáticos, outros mais racionais... e eles acabam aprendendo, um com o outro, a importância dos lados que deixam em falta. É mais uma série sobre o que não fazer do que sobre fazer direito. Esse é o bacana, é para rir e lembrar da importância de trocas evolutivas", finaliza Thati, ponderando o quanto a sua personagem acaba em encarrascadas por não ouvir a própria intuição e buscar soluções mais exatas.

A atriz, que tem dois filmes programados para estrear ainda neste ano, disse estar ansiosa para saber a opiniões do público soteropolitano e ainda deixou uma dica extra de série: "Estou viciada em This Is Us, choro rios. Deixo essa pra gente chorar junto e Borges para rirmos".