Sete brasileiros jogarão o Mundial de Clubes; ex-Vitória na lista

esportes
06.12.2018, 11:56:00
Atualizado: 12.12.2018, 10:20:52
Troféu que será entregue ao campeão do Mundial de Clubes (Getty Images/Fifa)

Sete brasileiros jogarão o Mundial de Clubes; ex-Vitória na lista

À espera de River ou Boca, Fifa divulga os atletas inscritos pelos times já definidos na competição

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

A Fifa divulgou nesta quinta-feira (6) a relação dos jogadores inscritos no Mundial de Clubes, que será disputado de 12 a 22 de dezembro, nos Emirados Árabes Unidos. A única pendência da lista é o representante sul-americano, que será conhecido domingo (9), na final da Libertadores entre River Plate e Boca Juniors.

Como os dois rivais argentinos não têm atletas nascidos no Brasil em seus elencos, já é possível afirmar a quantidade de jogadores brasileiros no Mundial. Serão sete.

Três deles estão no Real Madrid, atual campeão: o lateral Marcelo, o volante Casemiro e o atacante Vinícius Júnior. Casemiro se machucou no dia 11 de novembro, em jogo contra o Celta pelo Campeonato Espanhol, e ainda se recupera da lesão, que o tirou dos últimos amistosos da Seleção, contra Uruguai e Camarões.

Outra trinca de brasileiros defende o Kashima Antlers, campeão asiático. É o caso do volante Léo Silva e dos meias Serginho, ex-Vitória, e Leandro.

Mauro Akin Nassor/ CORREIO
Serginho durante jogo contra o Santos, em sua passagem pelo Vitória em 2016 (Foto: Mauro Akin Nassor/CORREIO)

Serginho tem 23 anos e passou pelo Leão discretamente em 2016, emprestado pelo Santos. Disputou 18 partidas com a camisa rubro-negra, apenas seis como titular, e marcou um gol. Neste ano, destacou-se pelo América-MG no início do Brasileirão e foi contratado pelo time japonês.

Leandro tem passagens por Palmeiras, Santos e Coritiba, enquanto Léo Silva rodou por Ipatinga, Cruzeiro, Botafogo, Guaratinguetá e Portuguesa. Está desde 2013 no Japão, onde atuou também pelo Albirex Niigata.

O outro brasileiro no Mundial é o meia-atacante Caio, do Al-Ain, representante do time da casa. Ele fez carreira no Japão e chegou ao clube dos Emirados em 2016.

Os sete times que disputarão a competição são Real Madrid (Espanha), Chivas Guadalajara (México), Espérance (Tunísia), Kashima Antlers (Japão), Al-Ain (Emirados Árabes), Wellington (Nova Zelândia) e River Plate ou Boca Juniors (Argentina). Al-Ain e Wellington abrem a disputa, no dia 12; o campeão da Libertadores e o Real Madrid só entram na semifinal.

O Brasil será representado também na arbitragem, com Wilton Pereira Sampaio e os auxiliares Rodrigo Corrêa e Bruno Boschillia.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas