Sete pessoas são presas ao tentar aplicar golpe no INSS

bahia
28.07.2016, 13:56:00
Atualizado: 28.07.2016, 18:21:28

Sete pessoas são presas ao tentar aplicar golpe no INSS

Prisões ocorreram em Euclides da Cunha e Tucano; grupo tentava aplicar golpes de R$ 75 mil

Sete integrantes de duas quadrilhas de estelionatários foram presos nesta semana em Euclides da Cunha e Tucano, no Nordeste do estado. A quadrilha, formada por cinco homens e duas mulheres, tentava aplicar golpes no Instituto Nacional de Seguro Social (INSS).  

Edmilson Pereira, Edvan Miranda e Manoel Ribeiro (Foto: Divulgação/25ª Coorpin)

Manoel Ribeiro, Edmilson Pereira Lopes, Edvan Miranda dos Santos, Uilson Ribeiro dos Santos, Pamella Thaís da Silva Fortes, Liliane da Silva Muraro e Welton Francisco da Rocha foram presos após investigações feitas por agentes da 25ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin), de Euclides da Cunha, e da Delegacia de Tucano. 

De acordo com a polícia, Pamella, Liliane e Welton - naturais de Uberlândia, em Minas Gerais – foram presos nesta quarta-feira (27), quando deixavam uma agência bancária no centro de Tucano. O trio tentava receber a quantia de R$ 75 mil. O montante era referente a um auxílio reclusão no nome de um preso que não constava no sistema da Secretaria de Administração Penitenciária e Ressocialização (Seap), de acordo com informações divulgadas pela Polícia Civil.

FLAGRANTE
Para prender o trio, os policiais informaram o gerente sobre o golpe. O funcionário do banco orientou o trio para que retornasse depois ao posto do INSS, porque havia ocorrido um problema no pedido de auxílio reclusão feito por Pamella. A suspeita usava documentos no nome de Loraine Medeiros. Ao deixarem a agência, receberam voz de prisão. 

Pamella Thaís da Silva Fortes (Foto: Divulgação/25ª Coorpin)

O coordenador da 25ª Coorpin, delegado Miguel Santos Filho, informou que a polícia conseguiu chegar até o trio após receberem um telefonema informando o dia e a hora em que eles iriam tentar receber o dinheiro.

Os outros quatro presos foram flagrados no início da semana pela 25ª Coorpin. Eles tentavam aplicar o golpe no INSS, ao dar entrada em pedidos de aposentadorias usando documentos falsos em agências também de Tucano e Euclides da Cunha. 

Liliane da Silva Muraro (Foto: Divulgação/25ª Coorpin)

Uilson Ribeiro dos Santos foi preso, na terça-feira (26), em Euclides da Cunha, portando RG, certidão de nascimento e comprovante de endereço falsos. O gerente do posto do INSS desconfiou da autenticidade dos documentos e acionou a 25ª Coorpin, que prendeu o estelionatário. 

Na segunda-feira (25), em outro posto do INSS, desta vez em Tucano, Manoel Ribeiro foi flagrado com documentos falsos tentando ingressar com pedido de aposentadoria. Ele estava acompanhado de Edmilson Pereira Lopes e Edvan Miranda dos Santos, que também foram presos.

Uilson Ribeiro dos Santos (Foto: Divulgação/25ª Coorpin)


Desconfiado da legitimidade dos documentos, o gerente entrou em contato com a delegacia de Tucano, que enviou uma equipe até o posto e comprovou tratar-se de falsificações. O delegado Miguel Santos Filho irá apurar se as duas quadrilhas agiram em outras cidades da região e se existem mais pessoas envolvidas nos golpes.

Pamella, Liliane, Welton, Uilson, Edmilson, Edvan e Manoel foram presos em flagrante por formação de quadrilha, uso de documento falso, falsidade ideológica e estelionato. Todos eles encontram-se na carceragem da 25ª Coorpin, à disposição da Justiça.   

Welton Francisco da Rocha (Foto: Divulgação/25ª Coorpin)

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas