Sex tape de Kim Kardashian com rapper rendeu em dez anos US$ 100 milhões

Famosos
07.04.2017, 12:32:00

Sex tape de Kim Kardashian com rapper rendeu em dez anos US$ 100 milhões

O filme foi gravado durante as férias da socialite e do rapper no México
Kim Kardashian e o ex-namorado Ray J (Foto: Reprodução)

Gravada em 2003, a sex tape protagonizada pela socialite Kim Kardashian e pelo ex-namorado, o rapper Ray J, já rendeu 100 milhões de dólares nos últimos dez anos. O filme já foi visto por mais de 200 milhões de pessoas, segundo números divulgados por reportagem do site TMZ.

O filme foi gravado durante as férias da socialite e do rapper no México. Após o vazamento, a socialite foi procurada por uma produtora pornô que ofereceu contrato para comercializar o vídeo. Acredita-se que Kim Kardashian tenha recebido 5 milhões de direitos autorais.

“Quando contaram ela começou a chorar e ficava soluçando enquanto repetia que não era ela. Ela negava e chorava ao mesmo tempo. Então ela foi procurada pela produtora interessada nos direitos e na distribuição do vídeo, quando ela soube dos valores ficou calma e começou a conversar normalmente”, contou uma a fonte na reportagem.

Kim Kardashian (Foto: Reprodução)

Ainda segundo o TMZ,  o vídeo é assistido a cada 1,5 segundos ao redor do mundo. As imagens tiveram grande procura principalmente ao longo dos últimos 10 anos quando acontecem fatos curiosos na vida de Kim, como o casamento e o divórcio da socialite com Kris Humphris, o início de seu namoro com Kanye West e o assalto sofrido por ela em Paris.

Kim Kardashian e Kanye West (Foto: Reprodução)


***

Em tempos de desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informações nas quais você pode confiar. E para isso precisamos de uma equipe de colaboradores e jornalistas apurando os fatos e se dedicando a entregar conteúdo de qualidade e feito na Bahia. Já pensou que você além de se manter informado com conteúdo confiável, ainda pode apoiar o que é produzido pelo jornalismo profissional baiano? E melhor, custa muito pouco. Assine o jornal.


Relacionadas