Soares e Murray vencem e vão à semifinal de duplas na Austrália

esportes
17.02.2021, 18:07:00
Atualizado: 17.02.2021, 18:07:38
Jamie Murray e Bruno Soares estão na semifinal do Aberto da Austrália (Foto: Peter Staples/ATP Tour)

Soares e Murray vencem e vão à semifinal de duplas na Austrália

Brasileiro e britânico bateram Marcelo Arevalo e Matwe Middelkoop por 2 sets a 0

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

O grande início de temporada do brasileiro Bruno Soares e do britânico Jamie Murray continua com tudo. A dupla, que voltou a se reunir após um ano e meio, venceu a sua oitava partida consecutiva em Melbourne e se garantiu nesta quarta-feira (17) nas semifinais do Aberto da Austrália, em Melbourne, ao derrotar a parceria formada pelo salvadorenho Marcelo Arevalo e pelo holandês Matwe Middelkoop por 2 sets a 0 - com parciais de 6/3 e 6/4, após 1 hora e 12 minutos.

"Foi mais um grande jogo aqui, do início ao fim. Fiquei bem feliz com a performance de hoje (quarta-feira), nós conseguimos neutralizar bem os nossos adversários. Eles são caras que jogam muito firmes no fundo de quadra, mas nós conseguimos ser bastante agressivos e também sacamos muito bem", disse o brasileiro, contente com o desempenho.

Na luta por uma vaga na grande decisão, Soares e Murray terão a difícil missão de derrubar o americano Rajeev Ram e o britânico Joe Salisbury, os cabeças de chave 5 e atuais campeões do torneio, que nas quartas de final levaram a melhor sobre o neozelandês Marcus Daniell e o austríaco Philipp Oswald em sets diretos, com placar final de 7/6 (8/6) e 6/2.

"É mais uma semifinal de Grand Slam, a terceira seguida, e com gosto de final. Vamos jogar contra os atuais campeões, que é uma dupla Top e que vem jogando super bem. Fiz um jogaço contra eles em Roland Garros no ano passado também. Estou muito feliz com tudo isso aqui", continuou o atual número 5 do mundo.

"Foi um torneio sem muitas surpresas. Teve uma ou outra, mas restaram quatro times duríssimos na semifinal. Agora é o momento da linha de chegada, então nós temos que jogar o nosso melhor para ter uma chance de alcançar o objetivo final", finalizou Soares.

Na outra semifinal, os croatas Nikola Mektic e Mate Pavic, cabeças de chave número 2, enfrentarão a dupla formada pelo também croata Ivan Dodig e pelo eslovaco Filip Polasek, que formam a nona parceria pré-classificada no Grand Slam australiano.

Em busca de terceira final seguida
Campeões do ATP 250 de Melbourne, na semana anterior ao Aberto da Austrália, Soares e Murray seguem embalados rumo ao seu terceiro troféu de Grand Slam. A dupla foi campeã em Melbourne e do US Open em 2016, ano em que também receberam a premiação da ATP de melhor dupla da temporada.

Em grande fase, o brasileiro também vai em busca da sua terceira final de Grand Slam consecutiva. Em 2020, o mineiro de 38 anos foi campeão do US Open e finalista em Roland Garros com Pavic, também terminando a temporada no topo do ranking de duplas.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas