Sonda chinesa Chang'e-4 faz pouso suave no lado escuro da Lua

mundo
03.01.2019, 06:29:38
Sonda foi lançada ao espaço no dia 8 de dezembro (AFP)

Sonda chinesa Chang'e-4 faz pouso suave no lado escuro da Lua

Pouso foi suave no lado inexplorado do satélite, jamais visível a partir da Terra

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

A sonda chinesa Chang'e-4 aterrissou no lado escuro da Lua nesta quinta-feira (2), tornando-se a primeira nave espacial a fazer pouso suave no lado inexplorado do satélite, jamais visível a partir da Terra.

Integrada por um pousador e um veículo explorador, a sonda desceu na área pré-selecionada no lado escuro da Lua às 10h26 (hora de Pequim),anunciou a Administração Nacional Aeroespacial da China.

Imagem da sonda ao tocar o solo da Lua
(Foto: AFP)

O foguete Long March-3B, que transporta a sonda, decolou do Centro de Lançamento de Satélites de Xichang, na província de Sichuan, no último dia 8.

A missão realizará tarefas de observação astronômica de rádio de baixa frequência, análise de terreno e relevo, detecção de composição mineral e estrutura da superfície lunar e medição da radiação de nêutrons e átomos neutros para estudar o meio ambiente.

*Com informações da Agência Xinhua, da China

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas