Suspeitos de forçar toque de recolher a comerciantes em Mata Escura são presos

salvador
24.05.2016, 18:57:00

Suspeitos de forçar toque de recolher a comerciantes em Mata Escura são presos

Casal foi flagrado por PMs quando tentava coagir donos de lojas
(Foto: Divulgação)

Dois suspeitos de ameaçar comerciantes para que fechassem as portas em Mata Escura foram presos em flagrante pela 48ª Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM) na tarde desta terça-feira (24). O homem e a mulher, que não tiveram os nomes informados, foram levados à 11ª Delegacia (Tancredo Neves). 

Segundo a PM, os dois foram flagrados quando tentavam forçar os comerciantes a aderir ao toque de recolher no bairro por volta das 13h30. Eles foram autuados por associação ao tráfico. O policiamento no bairro continua reforçado nesta noite.

O toque de recolher foi imposto por criminosos depois da morte do traficante Cristian Sostenis Barreto Silva, baleado em confronto com a polícia nesta manhã. No final da manhã, eles tentaram atear fogo em ônibus no final de linha do bairro, mas a PM inibiu a ação.

Comércio fechou as portas
 (Foto: Reprodução)

O traficante Cristian Barreto era o Ás de Ouro do Baralho do Crime da Secretaria da Segurança Pública (SSP). Ele morreu em confronto com o Comando de Policiamento Regional da Capital - Central (CPRC-C) e Rondesp Central na Avenida Gal Costa. Ele respondia por homicídio e era condenado por porte ilegal de arma. Com ele, a polícia encontrou uma pistola 9 milímetros.

Em nota, a PM disse que os coletivos estão sendo retirados do local e o policiamento foi reforçado na região com guarnições da 48ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM/Sussuarana), Operação Apolo e Rondesp Central. Os policiais vão permanecer no bairro, ainda de acordo com a nota, até que a situação volte ao normal. Segundo moradores, os traficantes ordenaram que os comerciantes fechassem as portas dos estabelecimentos.

"Tivemos que interromper a circulação dos ônibus para manter a integridade dos trabalhadores rodoviários, mas amanhã o funcionamento voltará ao normal", garantiu Hélio Ferreira, presidente do Sindicato dos Rodoviários.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas