Suspeitos do assassinato de tenente da Rondesp já tinham passagem pela polícia

salvador
16.09.2021, 23:49:00
Atualizado: 16.09.2021, 23:49:48
(Reprodução)

Suspeitos do assassinato de tenente da Rondesp já tinham passagem pela polícia

Eles responderam por tráfico, porte de arma, furto e violência doméstica

Os dois homens indicados como suspeitos de participação na morte do tenente Mateus Grec Carvalho Marinho Queiroz, no bairro de Cosme de Farias, já tinham passagem por tráfico de drogas, porte de arma de uso restrito, furto e violência doméstica. Ambos foram mortos durante confronto com a polícia, na madrugada desta quarta-feira (15).

Eles foram identificados como Luis Carlos Sousa de Araujo, 29 anos, e Everson Andrey Souza dos Santos, 23. O primeiro, segundo a Polícia Militar, acumulava passagens na Central de Flagrantes de Salvador e na Delegacia de Especial de Atendimento à Mulher (Deam) de Brotas, por tráfico de drogas e violência contra a mulher, respectivamente, além de outra entrada por furto simples. 

O segundo, por sua vez, era conhecido pela polícia por ser acusado de tráfico de drogas e porte de arma de fogo de uso restrito. Entre 27 de agosto e 29 de setembro de 2018, ele apresentou entradas na Central de Flagrantes e na Delegacia de Repressão a Furtos e Roubos (DRFR) de Salvador.

De acordo com as informações, as equipes receberam uma denúncia anônima sobre a localização dos possíveis autores da morte do tenente. Ao perceberem a presença dos policiais, os suspeitos efetuaram disparos, a polícia revidou e eles acabaram feridos. Os dois foram socorridos até o Hospital Geral Roberto Santos (HGRS), mas não resistiram. 

Com os criminosos foram apreendidos uma pistola calibre 380, um revólver calibre 38, munições, carregador, 35 celulares, 26 kits de drogas, 33 tiras envelopadas de entorpecentes, 50 quilos de alimentos em embalagens prontos para serem arremessados para o Complexo Penitenciário de Mata Escura, uma balança e um relógio. A ocorrência foi registrada na Corregedoria da Polícia Militar.
 

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas