Técnico da Atalanta mostra confiança antes de decisão contra PSG

esportes
11.08.2020, 17:27:00
Atualizado: 11.08.2020, 17:27:50
Gian Piero Gasperini, treinador da Atalanta (Foto: David Ramos/AFP)

Técnico da Atalanta mostra confiança antes de decisão contra PSG

"Também superamos times difíceis", afirmou Gasperini; time italiano encara clube de Paris nesta quarta (12), pela Liga dos Campeões

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Uma das surpresas da Liga dos Campeões da Europa, a Atalanta fará nesta quarta-feira (12) o, até agora, maior jogo de sua história. Em Lisboa, que recebe as fases decisivas da competição, a equipe italiana enfrentará o Paris Saint-Germain, de Neymar e cia., pela partida única da fase de quartas de final O técnico Gian Piero Gasperini afirmou que, mesmo perdendo, o seu time nunca sairá derrotado.

"Somos a prova que uma equipe sem tanto prestígio europeu pode atingir objetivos nesta competição com ideias de jogo, motivação, paixão e entusiasmo, que são recursos ilimitados. Queremos continuar demonstrando que uma equipe como a Atalanta pode continuar em uma competição tão importante", afirmou Gasperini em entrevista coletiva por videoconferência direto do estádio da Luz, local da partida na capital de Portugal.

Considerando Neymar "um problema para todas as equipes que o enfrentam" e Mbappé, dúvida para o encontro por estar lesionado, "outro jogador extraordinário que pode mudar o jogo", Gasperini admitiu preferir um confronto de ida e volta, rejeitando uma possível vantagem em confronto de eliminação direta. "(O Paris Saint-Germain) É uma equipe contra a qual nunca jogamos e não temos parâmetros para conhecer. Temos de ser bons desde o início", alertou.

Gasperini, de 62 anos, lembrou a "série de bons resultados no Campeonato Italiano" por parte da Atalanta, que permitiu o acesso à fase de grupos da Liga dos Campeões pelo segundo ano consecutivo, após a estreia muito positiva nesta temporada com a chegada às quartas de final até o momento.

O técnico comparou a equipe italiana à seleção nacional. Só nesta temporada a Atalanta já marcou 98 gols e, por isso, está confiante para o duelo. "O PSG domina a França há anos, é uma grande equipe com grandes jogadores, mas a Atalanta também superou times difíceis. Estamos confiantes de que podemos jogar bem. E agora somos como a seleção nacional, esperamos representar bem a Itália. Estamos satisfeitos por estar aqui e ficaremos ainda mais se passarmos de fase", completou.

O duelo das quartas de final será jogado em partida única e em caso de empate haverá prorrogação e, posteriormente, caso o resultado não se altere, disputa de pênaltis. O vencedor irá encarar Atlético de Madrid ou RB Leipzig, da Alemanha, que duelam nesta quinta-feira (13).

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas