Técnico da Bélgica comemora feito e diz: 'Legado vai permanecer'

esportes
14.07.2018, 13:32:00
Atualizado: 14.07.2018, 13:40:23
Treinador da Bélgica comemorou conquista inédita na Copa do Mundo da Rússia (Giuseppe CACACE/AFP)

Técnico da Bélgica comemora feito e diz: 'Legado vai permanecer'

Bélgica venceu seis dos sete jogos que disputou no Mundial da Rússia

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Um dia após completar 45 anos de idade, o técnico da Bélgica Roberto Martínez ganhou um enorme presente. Os belgas venceram a Inglaterra por 2x0, na disputa do terceiro lugar, e conquistaram a melhor posição da história da seleção em Copas do Mundo.

Orgulhoso, o treinador falou sobre a campanha da Bélgica, que venceu seis dos sete jogos que disputou na Rússia - eles perderam apenas o duelo diante da França, pela semifinal. "Esses jogadores mereceram isso. O talento te leva a algum lugar, e esses jogadores quiseram não só confiar no talento, mas também em todo o trabalho feito nesta Copa do Mundo. O padrão de desempenho deles tem sido fantástico, eles queriam que cada cidadão belga ficasse orgulhoso, e conseguiram. Nós temos mais de 10 gols marcados (foram 16), entramos para a história do torneio. Esse legado vai permanecer conosco pelos próximos anos", avaliou.

O comandante belga também falou sobre a postura da equipe contra os ingleses. "Apesar do segundo tempo difícil, tivemos bastante força e vitalidade até o final do torneio. Foi um jogo no qual começamos muito afiados desde o início, mas depois o cansaço bateu um pouco. Do outro lado tinha a Inglaterra, uma das melhores equipes do mundo, mas conseguimos nos concentrar de maneira incrível. Talvez tivéssemos feito mais gols, criamos muitas oportunidades, mas foi um bom jogo", completou.

Além da medalha de bronze e da conquista inédita, a Bélgica deixa a Rússia com uma premiação de 24 milhões de dólares (aproximadamente R$ 92,4 milhões).

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas