Técnico do Palmeiras vê semi decidida por 'detalhe de um pênalti'

esportes
07.02.2021, 21:50:00
Atualizado: 07.02.2021, 21:50:05
O técnico do Palmeiras, Abel Ferreira (Foto: Cesar Greco/SE Palmeiras)

Técnico do Palmeiras vê semi decidida por 'detalhe de um pênalti'

Verdão perdeu para o Tigres com gol de pênalti sofrido no início do segundo tempo

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

O técnico Abel Ferreira evitou lamentar a atuação do Palmeiras, neste domingo (7), e tratou de valorizar a luta dos seus jogadores na derrota para o Tigres, por 1x0, na primeira semifinal do Mundial de Clubes, no Catar. Na avaliação do treinador, o jogo foi definido por "detalhe de um pênalti".

"Não está tudo bem quando ganhamos e nem está tudo mal quando perdemos. O que vimos aqui foi aquilo com o que nos comprometemos: não vamos ganhar sempre, mas vamos lutar sempre para ganhar até o fim. Foi o que fizemos aqui. Infelizmente, a bola hoje não quis entrar. Foi um jogo definido por um detalhe de um pênalti", declarou o treinador, na saída do gramado.

Questionado sobre a fraca apresentação da equipe brasileira, Abel evitou comentários sobre o desempenho e preferiu valorizar a performance do rival mexicano. "O problema é que muita gente não conhece os nossos adversários. Eu falei antes: era um adversário com muita qualidade individual e coletiva. E foi o que vimos aqui hoje. É um adversário que faz isso contra nós e contra todos".

Abel só lamentou a finalização desperdiçada por Luiz Adriano, nos acréscimos. O atacante acertou forte chute, de fora da área, e mandou por cima do travessão, numa das raras investidas mais incisivas do Palmeiras ao longo dos 90 minutos no estádio Education City, em Doha.

"Nós hoje tivemos nossas oportunidades, o adversário também, mas esses jogos são definidos por detalhes. Hoje foi um pênalti que fez a diferença. Portanto, vamos valorizar o que fizemos e, mais do que tudo, valorizar o que o adversário fez. Vocês viram a qualidade do nosso adversário, tem muita qualidade individual. Mesmo assim, tivemos aquela oportunidade final com o Luiz Adriano. Infelizmente, hoje não fomos tão eficazes como costumamos ser."

Com a derrota, em sua estreia na competição organizada pela Fifa, o Palmeiras teve encerrado o sonho de conquistar o título mundial. Se tivesse vencido neste domingo (7), poderia enfrentar o Bayern de Munique na final. Agora, vai disputar o terceiro lugar, na quinta-feira (11). O provável adversário é o Al Ahly, do Egito, que enfrentará o favorito Bayern na segunda-feira (8), na outra semifinal do Mundial.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas