Temporal: cidades do interior do estado sofrem com alagamentos

bahia
07.03.2020, 21:52:00
Atualizado: 08.03.2020, 09:32:15
(Marina Silva/CORREIO)

Temporal: cidades do interior do estado sofrem com alagamentos

Em Itapicuru, o volume registrado em 3h de chuva era o esperado para um mês

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Assim como ocorreu em Salvador, cidades do interior da Bahia também sofrem com as fortes chuvas nos últimos dias. Na Chapada Diamantina, uma rua do município de Wagner foi tomada por uma enxurrada desde sexta-feira (6), segundo informações da TV Bahia. A força da água foi tamanha ao ponto de arrancar parte do calçamento da via. Em Wagner, parte da estrutura de um mercado desabou, mas não houve feridos.

No Nordeste do estado, a cidade de Cipó teve casas invadidas pela água e ruas alagadas neste sábado (7). De acordo com a Defesa Civil local, choveu o esperado para 20 dias em apenas poucas horas.

No município vizinho, Itapicuru, o temporal fez com que parte do calçamento de algumas ruas fosse arrastado pela água. Nestes locais, buracos apareceram nas vias. Na cidade, o volume registrado em 3h de chuva era o esperado para um mês.

Na região Sul, moradores do bairro de Santa Clara, no município de Itabuna, tiveram casas invadidas pela água e duas famílias ficaram desabrigadas, de acordo com a Defesa Civil. Ainda segundo o veículo, o nível da água ultrapassou a altura do joelho dos população nessa cidade.

A cidade de Ipiaú também teve ruas e casas tomadas pela água. Muitas pessoas perderam móveis devido ao temporal. A Rodoviária do município também ficou alagada.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas