Tênis de Lil Nas X com sangue humano tem venda interrompida

entretenimento
01.04.2021, 15:30:00
Atualizado: 01.04.2021, 15:37:38
O rapper Lil Nas X e seu Satan Shoes (divulgação)

Tênis de Lil Nas X com sangue humano tem venda interrompida

Autoridades proibiram a comercialização do sapato após polêmica com o clipe de Montero, em que rapper rebola na cara do Diabo; assista

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Um juiz federal dos Estados Unidos interrompeu temporariamente as vendas de um tênis criado para acompanhar o lançamento da música Montero, do rapper Lil Nas X, depois de uma ação movida pela Nike, fabricante do sapato.

Batizado como Satan Shoes, os sapatos, limitados a 666 (o número da Besta) pares, têm várias referências satânicas e até gotas de sangue humano misturadas na tinta vermelha da sola. Por terem sido criados a partir de um modelo da Nike, empresa de produtos esportivos decidiu entrar na Justiça contra a sua comercialização.

De acordo com a revista americana Hollywood Reporter, a Nike pediu a interrupção temporária das vendas alegando que a associação de símbolos satânicos pode prejudicar a marca. A ação é dirigida à MSCHF Product Studio, uma empresa de Nova York especializada em produtos especiais com edições limitadas.

A empresa nova-iorquina alega, em sua defesa, que os tênis não são calçados "tradicionais, mas trabalhos de arte individualmente numerados, vendidos a colecionadores por US$ 1.018", ou cerca de R$ 5.800. Já a Nike diz que, mesmo sendo um objeto artístico, tem evidências de que muitos consumidores já afirmaram que não comprarão novamente produtos da marca por acharem que ela está associada ao satanismo.

A decisão da Justiça, no entanto, deve ter pouco efeito, já que todos os 666 pares, com a exceção de um, já foram enviados a seus compradores —os tênis esgotaram pouco depois de serem anunciados por Lil Nas X. 

Há tempos, Lil Nas X vem ressignificando e reforçando elementos do universo gay em suas canções e clipes. Flertar com o Diabo era só uma questão de tempo. Entre tantas referências irônicas aos símbolos religiosos do cristianismo, o rapper aparece rebolando na cara do capete no clipe de Montero.

Em seu maior hit até então, Old Town Road, o rapper injetou doses de glamour e purpurina no universo dominado por tipos machos dos cowboys. Em Holiday, transformou os elfos de seu Papai Noel futurista em criaturas bem atrevidas.

No glam rap de Montero, Lil Nas X apresenta não uma narrativa apologética de Satã, como os conservadores vêm alegando, mas uma ode ao erotismo e à emancipação de discursos religiosos que podam as liberdades individuais. A letra de Montero, batizada com o nome de nascença do artista, também reflete isso. “Eu não estou perturbado, só estou aqui para pecar. Se Eva não está no seu jardim, você sabe que pode me ligar quando quiser”, canta ele.


***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas