Thiaguinho pediu 'bença' a Ivete antes de cantar no Maracanã

entretenimento
15.10.2020, 07:00:00
Série da Tardezinha terá quatro episódios (Foto: Divulgação)

Thiaguinho pediu 'bença' a Ivete antes de cantar no Maracanã

Série contando os bastidores do projeto Tardezinha estreia nesta quinta (15) no Globoplay

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Luzes, câmeras, ação. Depois de quatro anos rodando o país e de um show apoteótico no Maracanã, o projeto Tardezinha, do cantor Thiaguinho, se transformou em uma série documental de quatro episódios, que estreia nesta quinta (15) na plataforma de streaming Globoplay. É o mesmo dia do lançamento do álbum Tardezinha no Maraca, com 20 faixas, pela gravadora Som Livre.

Gravar séries e documentários de bastidores é uma tendência no mundo: clubes de futebol como o Tottenham, Manchester City e a Seleção Brasileira tiveram temporadas gravadas pela Amazon. A Netflix, por sua vez, lançou The Last Dance contando sobre a trajetória da franquia de basquete Chicago Bulls e seu grande ídolo Michael Jordan. A música segue pelo mesmo caminho. Thiaguinho acha positivo e conta que no seu percurso teve de tudo: desde perrengues até pedido de bênção a Ivete Sangalo antes de tocar no Maracanã.

Em entrevista que deu à imprensa por meio de uma vídeoconferência, Thiaguinho conta que consome muito esse tipo de produto e acha que essas séries de bastidores ajudam a compreender como os artistas constroem os fios da meada em seus projetos e também tem capacidade de inspirar pessoas.

É justamente essa a intenção do Tardezinha nesses quatro episódios: contar os bastidores da concepção da ideia do projeto que circulou o Brasil durante quatro anos e meio até chegar à apoteose - justamente o show feito no Maracanã, fechando o ciclo do projeto com 40 mil pessoas no estádio.

"Foi o dia mais feliz de minha vida, é legal contar como nasce a festa, como se faz. (...) O tardezinha somou muito em minha vida. É um projeto muito gostoso porque podia cantar não só as músicas de minha carreira, mas também de outros artistas que cresci ouvindo. Isso me trazia lembranças do tempo que eu só sonhava em ser pagodeiro, quando eu queria ser que nem esses caras", disse.

A série foi idealizada em conjunto com Rafael Zulu, que foi a pessoa responsável por tirar o projeto do papel. Durante a quase meia década de Tardezinha, Thiaguinho fez pout-pourris, cantou antigos sucessos e tentou fazer do show uma grande festa com amigos.

Nascido no interior de São Paulo, o cantor foi criado em Ponta Porã, Mato Grosso de Sul, e foi lá onde deu seus primeiros passos na música. Com o tardezinha, ele teve a oportunidade de revisitar músicas como Temporal, do Art Popular, que recorda ser a primeira música que cantou publicamente.

"Foi na escola. Meu pai estava segurando o microfone pra mim e meus amigos ajudando a tocar. O Tardezinha foi a realização do sonho daquele menino. O mesmo Thiaguinho que tocou no Maraca é aquele Thiago que cantava na escola. Isso é incrível", contou.

Bença, Mainha

Durante a entrevista, Thiaguinho contou que tocar no Maracanã foi algo que superou bastante os seus sonhos. O cantor aponta que pensar em shows no Maracanã remete o pensamento a gente que idolatra como Frank Sinatra e Ivete Sangalo - que gravaram no estádio quando ainda era o maior do mundo.

Thiaguinho conta que inclusive pediu a bênção para Ivete quando confirmou que faria o show no Maraca. "Mandei mensagem pedindo permissão", disse, aos risos, antes de completar lamentando que não conseguiu conciliar a agenda com a de Ivete para que ela fizesse uma participação no álbum.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas