Time principal do Vitória só fez gol em dois dos cinco jogos

e.c. vitória
19.02.2020, 18:29:52
Atualizado: 19.02.2020, 20:40:59
Fernando Neto destacou trabalho de finalização (Letícia Martins / EC Vitória)

Time principal do Vitória só fez gol em dois dos cinco jogos

Fernando Neto destaca intervalo do Carnaval como positivo para o Leão aprimorar jogadas ofensivas

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

O Vitória precisa acertar o pé. Essa não é uma constatação qualquer: é a conclusão do próprio Geninho e dos atletas rubro-negros. Até o próximo jogo da equipe, no dia 27 de fevereiro, será a isso que o Leão se dedicará. Serão 11 dias de intervalo entre a última partida, no dia 16 - empate em 0x0 com o Freipaulistano - e a próxima, contra o CRB, às 20h, no Barradão, pela 5ª rodada da Copa do Nordeste.

>> Veja todas as notícias do Vitória publicadas no CORREIO

O Leão está há dois jogos sem marcar. Passou em branco contra o Freipaulistano e contra o Imperatriz, no dia 11, pela primeira fase da Copa do Brasil. Nas cinco partidas que o time principal fez no ano, o rubro-negro só balançou as redes em duas, marcando três gols no total. Foram dois no Ba-Vi (2x0) e um no empate contra o Sport. A outra partida em branco foi no 0x0 diante do Fortaleza, na estreia do regional.

"Acho que será muito importante para a gente esse período. Vamos acertar algumas coisas que não estão boas e reforçar o que estamos fazendo bem. Serão 11 dias muito positivos de preparação", disse o volante Fernando Neto.

Na manhã desta quarta-feira (19), o técnico Geninho deu o tom do trabalho: um treino focado em criação de jogadas no último terço do campo e em finalizações.

"O trabalho de hoje foi pensado sobre o que aconteceu no nosso último jogo em casa (contra o Freipaulistano). Um trabalho de finalização e de posicionamento. O que ele (Geninho) mais cobrou e tem pegado no pé da gente é que cheguemos mais à área. É o meu caso, que jogo de volante, e ele quer que eu chegue mais ao terço final", explicou Fernando Neto.

"Procuramos jogar sempre do mesmo jeito. O Ba-Vi foi um jogo à parte, uma final para nós, que a gente conseguiu fazer os gols na hora certa e saímos vitoriosos. Nesses últimos jogos a gente criou bastante, sobretudo no último. Criamos muito, mas pecamos no último terço, realmente. Então vamos corrigir esses erros para saírmos vitoriosos nas próximas partidas", argumentou o meia.

O elenco rubro-negro trabalhará na quinta e na sexta-feira. O final de semana será de folga de Carnaval. O grupo voltará ao trabalho na segunda-feira.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas