Time sub-23 do Liverpool leva 5x0 e cai na Copa da Liga Inglesa

esportes
17.12.2019, 19:03:00
Atualizado: 17.12.2019, 19:07:38
Jonathan Kodija marcou dois gols na goleada do Aston Villa por 5x0 sobre o Liverpool (Foto: Paul Ellis/AFP)

Time sub-23 do Liverpool leva 5x0 e cai na Copa da Liga Inglesa

Time inglês precisou jogar com garotos porque time principal está na disputa do Mundial de Clubes

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Com a equipe mais jovem de sua história em um jogo oficial, o Liverpool foi goleado pelo Aston Villa por 5x0, nesta terça-feira (17), e se despediu da Copa da Liga Inglesa, nas quartas de final. O tradicional clube inglês contou com uma formação de base, com a equipe sub-23, porque o time principal está no Catar para o Mundial de Clubes da Fifa.

Curiosamente, o Liverpool fará sua estreia na competição internacional justamente nesta quarta, contra o Monterrey, do México, às 14h30 (horário de Brasília), pela semifinal. Se confirmar o favoritismo, o time inglês enfrentará na final o Flamengo, que despachou o Al Hilal por 3x1.

Disputando uma sequência de torneios simultaneamente, o Liverpool se viu em situação incomum há cerca de dois meses, quando saíram as datas da Copa da Liga Inglesa, coincidindo com a disputa do Mundial. O clube chegou a cogitar abandonar a competição nacional, mas acabou decidindo jogar com atletas da base.

Por essa razão, a média de idade do elenco era 19,4 anos nesta terça, recorde na história do clube, por conta com jogadores do time sub-23 e até sub-20. Nenhum medalhão permaneceu em solo inglês para o confronto, à exceção dos machucados. Dos atletas relacionados, 16 nunca haviam defendido o time principal. O time foi comandado por Neil Critchley, técnico da equipe sub-23.

Com esta formação improvável, o Liverpool foi alvo fácil do Aston Villa, fora de casa. Os quatro primeiros gols foram marcados ainda no primeiro tempo. O placar foi aberto aos 13 minutos, quando Conor Hourihane cobrou falta direta cruzada na área. A bola passou por todo mundo e entrou direto.

Três minutos depois, cruzamento da direita desviou no lateral Morgan Boyes, do Liverpool, e "matou" o goleiro Caoimhin Kelleher, o encobrindo. O terceiro saiu aos 36 após um erro na saída de bola da defesa visitante. A bola sobrou nos pés de Jonathan Kodjia, que disparou pelo meio, entrou na área e bateu na saída do goleiro.

Antes do intervalo, aos 44 minutos, o mesmo Jonathan Kodjia não teve qualquer dificuldade para escorar para as redes um cruzamento rasteiro da direita. No segundo tempo, com o Aston Villa mais lento em campo, o quinto gol saiu apenas nos acréscimos, com o atacante brasileiro Wesley Moraes.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas