Tite afirma que não visitará Bolsonaro caso ganhe a Copa do Mundo

esportes
11.11.2021, 19:20:00
Treinador da seleção prepara o Brasil para mais dos jogos das Eliminatórias, contra Colômbia e Argentina (Lucas Figueiredo/CBF)

Tite afirma que não visitará Bolsonaro caso ganhe a Copa do Mundo

Treinador da seleção quer evitar manobras políticas do atual presidente num eventual encontro

Mesmo faltando pouco mais de um ano para a Copa do Mundo do Catar, o técnico da seleção brasileira Tite já se adiantou sobre algumas atitudes que tomará caso vença o Mundial. O treinador, que é conhecido pro ter um posicionamento político distante do atual governo brasileiro, afirmou que não fará questão de visitar o presidente Jair Bolsonaro durante a tradicional comemoração da seleção em Brasília.

A justificativa de Tite para não ir a uma possível comemoração com Bolsonaro é evitar que a festa do hexa seja utilizada como manobra política do presidente. Para o portal ge.globo, o técnico teria definido essa decisão como algo "inegociável", mesmo que as eleições presidenciais - que acontecem um mês antes da copa - já tenham eleito um sucessor diferente para o cargo no executivo.

Em 2018, quando o Brasil disputou a Copa da Rússia e o então gestor era Michel Temer, Tite também havia informado que não encontraria o político.

Diferente do que aconteceu na conquista do penta, em 2002, por exemplo, é provável que Tite não receba das mãos do político a medalha da Ordem Nacional do Mérito, como ocorreu com Felipão, que foi premiado pelo então presidente Fernando Henrique Cardoso.

***

Em tempos de desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informações nas quais você pode confiar. E para isso precisamos de uma equipe de colaboradores e jornalistas apurando os fatos e se dedicando a entregar conteúdo de qualidade e feito na Bahia. Já pensou que você além de se manter informado com conteúdo confiável, ainda pode apoiar o que é produzido pelo jornalismo profissional baiano? E melhor, custa muito pouco. Assine o jornal.


Relacionadas