Traições, virgindade e interesse em Luiza Brunet: Xuxa relembra romance com Pelé

entretenimento
20.09.2020, 08:20:48
Atualizado: 20.09.2020, 08:31:17
(Reprodução)

Traições, virgindade e interesse em Luiza Brunet: Xuxa relembra romance com Pelé

Apresentadora falou de romance em livro

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Xuxa revelou detalhes do seu relacionamento com Pelé no seu livro de 'Memórias", que será lançado na próxima segunda-feira (21) pela Globo Livros. Na obra, a apresentadora conta que antes de começar a namorar com o ex-jogador, ela levou um fora do craque por ser virgem.

"Ele disse que não queria ter a responsabilidade de ser o meu primeiro homem", conta a loira, ao revelar que conheceu Pelé durante uma sessão de fotos. Inicialmente, o craque tentou investir em Luiza Brunet, mas a modelo era comprometida e recusou.  

Segundo Xuxa, pouco depois ela se envolveu com um rapaz e perdeu a virgindade em uma transa "não muito memorável" e que aconteceu dentro de um carro, com um rapaz da sua idade. "Um pouco mais tarde, eu e Pelé começamos a namorar. Foi o primeiro homem mesmo", conta ela no capítulo dedicado ao seu relacionamento com o Rei do Futebol.

A loira conta ainda que só aceitou estrelar o filme "Amor estranho amor", alvo de polêmica, a pedido do craque de futebol. "Em 1982, fiz um filme a pedido do Pelé, 'Amor estranho amor', do Walter Hugo Khouri. Apesar de ter Tarcísio Meira e Vera Fischer, odiei fazer. Foi uma experiência péssima. Cedi ao pedido do meu namorado da época e desde então aprendi a respeitar minha própria vontade".

Depois de seis anos, o namoro com Pelé chegou ao fim. Xuxa conta no livro que preferiu romper o romance após descobrir várias traições.

"Tenho sentimentos bastante contraditórios quando penso nessa época. Ele tinha mais de uma personalidade: o Pelé, para todo mundo, e o Dico, para mim. O Dico era aquele que jogava buraco com minha mãe, que era o meu namorado. E, às vezes, ele me falava: 'O Pelé precisa sair hoje'. E nessas eu era traída loucamente. Já aconteceu de, em festas, eu ver que ele estava com marcas de batom na boca que não era o meu. Para ele, aquilo era normal: 'As mulheres querem ficar com o Pelé', ele dizia", conta a apresentadora, que também diz ter mágoa pelo ex-atleta ter dito que ambos viveram uma "amizade colorida", e não um namoro: "Não fui avisada".

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas