Tudo parado: último estadual em andamento, Roraimense é suspenso

esportes
20.03.2020, 19:43:00
Atualizado: 20.03.2020, 19:44:01
(Foto: Shutterstock/Reprodução)

Tudo parado: último estadual em andamento, Roraimense é suspenso

CBF sugeriu e a Federação de Futebol do estado decidiu paralisar com campeonato

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

O futebol nacional está, oficialmente, paralisado. Nesta sexta-feira (20), foi anunciada a suspensão do Campeonato Roraimense, que era o último estadual que ainda estava em andamento. Todos os outros torneios, assim como a Copa do Nordeste e a Copa do Brasil, já tinham adiado suas atividades, em função da pandemia do novo coronavírus e do avanço da Covid-19 no país.

A decisão foi tomada pela Federação Roraimense de Futebol (FRF) após Walter Feldman, secretário geral da CBF, comunicar sobre "a suspensão do futebol por tempo indeterminado", em documento enviado por e-mail, na última quinta-feira (19), para as 27 federações estaduais.

"Forneci (por comunicado) a todas as federações e também ao [presidente da FRF, Zeca] Xaud, informando que não havia mais, de todas as informações que eu tinha, competição em nenhum canto do país. Ele, pelo que sei, baseado nesta informação, determinou, também, a suspensão de seu campeonato. Não foi uma determinação nossa (da CBF), determinação nunca, porque nós não temos esse direito", disse Feldman, em entrevista ao Seleção SporTV.

Além de se juntar no combate ao novo coronavírus, a FRF via dois entraves para a continuação do seu campeonato. O principal era a suspensão da partida entre São Raimundo e Baré, válida pela quarta rodada do primeiro turno. Na ocasião, jogadores do Colorado protestaram pelo então seguimento do torneio. Os atletas entraram em campo usando máscaras e luvas e, segundos depois do apito inicial, abandonaram o duelo.

O caso está com o Tribunal de Justiça Desportiva (TJD-RR), que está com atividades suspensas. Por estar suspenso, ainda não contabilizou pontos - e isso pode influenciar na definição do segundo finalista do Estadual. 

O outro problema para o andamento do Roraimense também tem relação com o TJD-RR, mas envolve o pedido do Rio Negro para anular a derrota para o GAS, de virada, por 2x1. O gol da conquista foi criticado pelos atletas do time alvinegro, que foram tirar satisfação com o árbitro José Ordilo Soares. A PM foi acionada e usou spray de pimenta, que atingiu jogadores. Após 16 minutos de paralisação, Soares encerrou a partida.

"O tribunal tem dois julgamentos a fazer e isso e poderia empacar os resultados das decisões, então, a federação suspende por tempo indeterminado os jogos do primeiro turno. Até segunda ordem. O segundo turno, a CBF é que vai dizer. Eles tão dizendo que tão reunindo, tão pedindo pra acabar. Isso vai chegar a uma razão que não pode também, parar tudo no Brasil e demorar muito tempo. Tem contrato de jogador, tem despesa de clube. O tribunal iria reunir pra julgar os outros processos pra dar continuidade legal às duas rodadas restante, mas também decidiu que não vai ter nada por sete dias. Não tem outra saída, o jeito é suspender os jogos mesmo, até segunda ordem", falou Zeca Xaud ao GloboEsporte.com.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas