Turismo nas alturas: tirolesa tem vista diferente para o Farol da Barra

salvador
12.01.2019, 12:19:00
Atualizado: 13.01.2019, 13:01:52

Turismo nas alturas: tirolesa tem vista diferente para o Farol da Barra

A entrada para o espaço, que fica no Morro do Cristo, custa R$20

Que o Farol da Barra é um dos cartões-postais mais badalados da cidade, todo mundo sabe. Mas, desde o dia 28 de setembro do ano passado, o lugar pode ser apreciado de outro ponto de vista: diretamente das alturas. Especificamente a 15 metros do chão, na Tirolesa Salvador, instalada no Morro do Cristo, na Barra. 

O percurso tem 110 metros e leva 12 segundos para ser finalizado. Diariamente, antes do início das atividades, o lugar passa por uma revisão, em que é feita a checagem dos cabos e equipamentos, além de um salto de teste, realizado por um dos auxiliares de condução. O espaço fica aberto todos os dias das 10h às 19h, mas de acordo com o gerente, Claudio Gabriel Trujillo, é a partir das 16h que o movimento começa a ficar maior. A única restrição, por segurança, é para gestantes, pessoas com problemas cardíacos e quem está alcoolizado. 

Leia também: Experimente outra Salvador: conheça lugares além do óbvio

A tirolesa entrou por acaso no roteiro de viagem da carioca Vasti Valverde, 66 anos, que desembarcou na capital baiana na última quarta-feira (9). Ela nem sabia que a atividade estava entre as atrações turísticas da cidade quando ganhou a viagem de presente da filha, a professora Débora Valverde, 30, apenas três dias antes de embarcar. A primeira vez em Salvador foi também o cenário para outro evento inédito em sua vida: fazer uma atividade esportiva desse tipo. “Jamais achei que ia saltar de uma tirolesa nos meus 60 anos”, confessa Vasti.  

Depois do salto, feito na manhã desta sexta-feira (11), com direito a tchauzinho para quem assistia à aventura da carioca, ela comemorou a experiência.

“No final, fiquei com a sensação de que não ia conseguir parar, mas foi tudo encantador”, disse.

A idade não é limitação para a diversão. O critério que autoriza ou impede alguém de fazer o trajeto é o peso. Para entrar na brincadeira precisa pesar entre 15 kg e 120 kg. . “Já pulou criança de 3 anos e senhora de 80”, conta o auxiliar de condução do brinquedo, Alisson Igor, 21. 

Tirolesa recebe cerca de 300 visitantes nos fins de semana (Foto: Evandro Veiga)

Para todo mundo
Em período de férias, o local recebe a visita de famílias inteiras. No caso de Vasti, foram a filha Débora e as sobrinhas Marcela Gonçalves, 37, e Beatriz Carvalho, 10, que toparam o desafio. Débora, que é carioca radicada em Belo Horizonte, nunca tinha visitado Salvador. Mesmo com medo, não perdeu a chance de fazer a descida. “Na hora fiquei medrosa, mas depois foi muito bom”, avaliou. 

A pequena Beatriz, que é natural do Rio de Janeiro, mas vive em Petrolina, era a mais animada do grupo. Apesar de ser a mais nova, era a única que já tinha feito um salto de tirolesa antes, na cidade onde mora.

“Adorei! Foi muito emocionante ver o Farol da Barra de lá de cima. Já tinha ido em outra, mas aqui deu para ver o mar e essa beleza toda de Salvador”, contou, ofegante, depois do passeio. 

Rotina
Segundo o gerente Trujillo, o espaço recebe cerca de 300 visitantes nos fins de semana, durante o verão. O número cai para uma média de 70 pessoas por dia, de segunda a sexta-feira. “Sábado e domingo, quando a gente chega, já tem gente na fila”, afirma Odete Valéria, 45, responsável pela venda dos tickets de entrada. O ingresso custa R$ 20 e o pagamento pode ser à vista ou no cartão de crédito ou débito. 

Sônia ficou encantada com a tirolesa (Foto: Evandro Veiga)

O espaço tem entrado no circuito turístico da cidade, mas ainda há quem desconheça o passeio. É o caso da administradora Sônia Calmon, nascida em Santanópolis, na região metropolitana de Feira de Santana, mas moradora da capital baiana há 23 anos.

Nesta sexta-feira (11), ela foi ao Cristo da Barra, monumento que só conhecia de longe. Foi durante a visita que ela viu a estação de onde é feita a travessia e decidiu experimentar o brinquedo, coisa que ainda não tinha feito nos seus 53 anos de vida. “Eu moro aqui e nunca tinha vindo no Cristo. Por acaso, soube da tirolesa e adorei a experiência”, revela. 

Serviço: 
O que?
Tirolesa da Barra
Preço: R$ 20
Quem pode usar? Qualquer pessoa que tenha de 15kg a 120 kg
Quem não pode usar? Gestantes, pessoas com problemas cardíacos e quem está alcoolizado.

* Integrante da 13ª turma do Correio de Futuro, com supervisão da subeditora Fernanda Varela.


Relacionadas
Correio.play
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/sexualizacao-de-mc-melody-vira-assunto-em-canais-de-youtubers-gringos/
Felipe Neto também se pronunciou sobre a situação e resolveu baní-la de seu canal
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/lider-de-quadrilha-que-executou-cabo-gonzaga-e-morto-em-operacao-da-policia/
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/luana-piovani-afirma-que-ja-sofreu-assedio-de-diretor-da-globo/
Luana relembrou as duas situações em que se sentiu assediada
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/homem-atropela-esposa-e-dois-filhos-e-e-preso-em-flagrante-veja-video/
Atropelamento aconteceu após casal discutir; duas vítimas seguem internadas
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/incendio-no-imbui-foi-provocado-por-obras-de-limpeza-em-terreno/
Alvará de supressão de vegetação foi concedido após derrubada de liminar
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/correio-encarta-dvd-do-parangole-no-dia-29-de-janeiro/
Trabalho conta com colaborações dos artistas Xanddy (Harmonia) e Léo Santana
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/babalorixa-passa-por-corpo-de-delito-e-se-revolta-nao-aceitam-que-houve-intolerancia/
Ele foi agredido em ataque a terreiro, que aconteceu no sábado (12)
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/the-killers-abraca-imigrantes-em-clipe-dirigido-por-spike-lee/
Vídeo mostra famílias na fronteira do México com os EUA e faz dura crítica a Donald Trump
Ler Mais