Última edição do 'Domingo no TCA' tem apresentação do cantor Chico César

Música
21.12.2015, 10:44:00

Última edição do 'Domingo no TCA' tem apresentação do cantor Chico César

Mais de 1500 pessoas acompanharam a apresentação do paraibano na manhã deste domingo (20)

O dia era de sol, mas nada de ir curtir a praia cedinho. Pelo menos não para as 1.554 pessoas que foram para o Teatro Castro Alves, logo de manhã. Elas não queriam saber de torrar no quase Verão de Salvador. A melhor pedida era ir curtir um show de Chico César, na última edição de 2015 do projeto Domingo no TCA. Com ingressos a R$ 1 a inteira (e R$ 0,50 a meia), o TCA ficou lotado para a apresentação, que começou às 11h.

“Cheguei às 9h, para garantir a entrada. Foi difícil acordar, mas valeu a pena. Sou muito fã, vim até sozinha. O Chico é maravilhoso, saio mais leve daqui”, elogiou a museóloga Olga Vidal, 25 anos.  Dona Edna Teixeira, 80, também aprovou. “Achei muito bom, ele é fora de série. É o melhor programa para um idoso, costumo a vir sempre”.

Durante o espetáculo, o paraibano interpretou vários sucessos, além de músicas do seu mais recente álbum, Estado de Poesia. Uma das horas mais animadas foi quando o artista interpretou Mama África, composta por ele, e o hino Pra Não Dizer Que Não Falei Das Flores, de Geraldo Vandré. O público acompanhou Chico, cantando. 

“Foi minha parte favorita. É sempre lindo e especial quando ele toca Mama África”, disse a vendedora Érica Rocha, 33, que foi para o teatro acompanhada do marido, o professor Andrei Stéfani, 28. O casal, aliás, mora em Maceió e está de férias em Salvador. “Vimos na página do Facebook do TCA que iria ter o show hoje e viemos. Somos fãs dele, já o assistimos outras duas vezes esse ano, mas lá em Alagoas. Aqui na Bahia o repertório é diferente, achei que ele puxou um pouco para as músicas relacionadas com o estado”, falou Andrei. 

Quem também aproveitou para curtir o domingo por lá foi o ator e apresentador Jackson Costa. “Poucos tem esse talento de ser bom compositor, poeta, músico... E ainda tão bem-humorado. É tão bonito. Sou fã, ele nos deixa mais inspirados. Gosto cada vez mais dele”.

 
Na plateia, porém, ainda tinha gente que não era assim tão fã de Chico. Isso, pelo menos, antes da apresentação. Foi o caso do frentista Antônio Carlos Brandão, 37. “Eu já tinha ouvido falar nele, mas nunca acompanhei. Vim exatamente para conhecer. E adorei. É um programa muito bom, tanto no preço quanto na qualidade”. 

O cantor paraibano Chico César lotou o Teatro Castro Alves na última edição de 2015 do projeto Domingo no TCA
(Foto: Betto Jr/Correio)

Para o paraibano, essa é uma das melhores partes do projeto. “Como é um preço popular, muita gente que não tem o hábito de vir para o teatro acaba vindo. Isso cria um costume nas pessoas, faz parte da inclusão. Fiquei muito feliz. Teve uma pessoa que chegou até mim e me contou que chorou. Você começa o dia super bem assim”, comemorou.

Durante o espetáculo, o cantor recebeu a sanfoneira e cantora baiana Lívia Mattos, para acompanhá-lo em algumas músicas. “Eu estava ontem no Capão, quando ele me chamou para participar. Me disse que era para fazer uma canção com ele, no final. Cheguei aqui para confirmar como ia ser, e ele falou que achava que ia me chamar antes... No começo, teve uma que eu não lembrava, mas deu para enrolar. Já acompanhei ele várias vezes, aprendi a improvisar (risos)”, disse Lívia. “Foi lindo quando acenderam as luzes e deu para ver a plateia. É muito delícia, amo esse projeto”. 

No encerramento, a plateia se levantou das cadeiras e foi para a frente do palco curtir o finzinho do show, que durou 2 horas. Pétala Motta, 28, e Douglas Domingues, 25, se arriscaram até em dançar forró. “Ele tem uma mensagem política e cultural tão importante... Dá vontade até de levar ele para as escolas”, opinou a professora.

Durante a apresentação, Chico comentou o caso da música Cabelo de Chapinha, aposta de Bell Marques para o Verão. “O artista deveria mudar porque percebeu que ela é ofensiva, não porque se sentiu obrigado. É bacana perceber quando você faz uma coisa ruim”, declarou. Composta por Felipe Escandurras, Fagner e Gileno, a canção foi acusada de racismo, e tinha o refrão “Ô mainha, mas eu só gosto do cabelo de chapinha, mainha”. Depois da polêmica, Bell e os autores assinaram um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC), se comprometendo a fazer adaptações na letra, que, entre outras alterações, passou a dizer “Ô, mainha, eu também gosto do cabelo de chapinha, mainha”.


Relacionadas
Correio.play
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/correio-encarta-dvd-do-parangole-no-dia-29-de-janeiro/
Trabalho conta com colaborações dos artistas Xanddy (Harmonia) e Léo Santana
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/babalorixa-passa-por-corpo-de-delito-e-se-revolta-nao-aceitam-que-houve-intolerancia/
Ele foi agredido em ataque a terreiro, que aconteceu no sábado (12)
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/the-killers-abraca-imigrantes-em-clipe-dirigido-por-spike-lee/
Vídeo mostra famílias na fronteira do México com os EUA e faz dura crítica a Donald Trump
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/e-cada-uma-que-a-bahia-inventa-relembre-historias-fantasticas-engracadas-e-absurdas/
Em 40 anos, CORREIO narrou causos que demonstram nosso apego ao inusitado
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/anitta-interrompe-show-no-ceara-apos-parte-do-palco-cair/
Algumas pessoas que estavam no show fizeram flagrante do momento
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/roma-da-netflix-se-consagra-com-4-premios-no-critics-choice/
Empate entre Glenn Close e Lady Gaga marcou premiação que aconteceu na noite deste domingo (13)
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/cansado-de-dobrar-roupa-empresa-cria-maquina-para-fazer-o-trabalho/
A novidade foi mostrada em uma feira de eletrônicos nos Estados Unidos
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/de-ferias-na-bahia-dancarina-thais-carla-grava-coreografia-com-a-fitdance/
Coreografia de Malemolência, de Dynho Alves, já está disponível no YouTube
Ler Mais