Um morre e dez são presos em operação policial contra o Bonde do Maluco

bahia
18.08.2017, 19:53:00
Atualizado: 18.08.2017, 21:17:38

Um morre e dez são presos em operação policial contra o Bonde do Maluco

Prisões ocorreram durante a operação Balão Mágico em endereços de Salvador, Camaçari e Aracaju (SE)

Dez pessoas foram presas e outra morreu durante a operação Balão Mágico, da Força-Tarefa da Secretaria de Segurança Pública (SSP) que combate o tráfico de drogas na Região Metropolitana de Salvador (RMS), nesta sexta-feira (18). Dois dos presos estavam na cidade de Aracaju (SE), quando foram capturados. Foram apreendidos R$ 85 mil em dinheiro, drogas, armas e carros. A polícia ainda procura outros integrantes da quadrilha, ligada à facção criminosa Bonde do Maluco (BDM).

Segundo o diretor do Departamentos de Repressão e Combate ao Crime Organizado (Draco), Marcelo Sansão, o grupo atuava nos municípios de Simões Filho e Camaçari, na RMS. Eles começaram a ser investigados em abril deste ano, mas a apuração foi intensificada após a morte do traficante Marcelo Batista dos Santos, o Marreno, um dos líderes do BDM, ocorrida no dia 9 de agosto.

André (camisa cinza) seria o braço direito do líder (Foto: Alberto Maraux/SSP)

De acordo com a polícia, Marreno era líder da facção criminosa, com atuação em diversas regiões da Bahia. Ele pertencia à mesma organização em que atuava o grupo preso nesta sexta. A morte do traficante ainda provoca mudanças na rotina de alguns bairros de Salvador. Nesta sexta-feira (18), em Capelinha de São Caetano, os ônibus deixaram de circular durante algumas horas, depois de veículos serem pichados com o nome de Marreno. Rodoviários foram ameaçados. O serviço voltou à normalidade no começou da noite.

O diretor do Draco afirmou que o objetivo da operação foi fragilizar a quadrilha através da apreensão de armas, drogas e dinheiro. "O grande foco do trabalho, além da questão da apreensão de armas e drogas, foi buscar retirar desse grupo criminoso o potencial financeiro, porque isso também impacta na compra e aquisição de novas drogas e armas. Já estava sendo feito um trabalho pela equipe da polícia em focar no patrimônio desses indivíduos. O estopim foi a situação de Marreno, mas a investigação estava sendo realizada há alguns meses", afirmou.

Vinicius é apontado como o líder da quadrilha (Foto: SSP)

O líder
Os dez suspeitos estavam em casa, nas cidades de Camaçari, Salvador e Aracaju (SE), quando foram surpreendidos pelos policiais, na madrugada desta sexta. As prisões começaram por volta das 3h e todos foram conduzidos para o Centro de Operações Especiais (COE), ao lado do Aeroporto Internacional de Salvador.

O coordenador do Laboratório de Tecnologia Contra Lavagem de Dinheiro da SSP, Oscar Vieira, contou que o líder do grupo foi identificado como Vinicius Bacellar, conhecido como Fofão. Ele é o 3 de ouros do Baralho do Crime, morava em na capital sergipana e era o responsável por coordenar as ações do grupo. "Ele tem, pelo menos, quatro identidades. Era quem comandava esse grupo. Tentamos cumprir o mandado de prisão dele, mas ele conseguiu escapar", disse.

Dinheiro encontrado escondido dentro de freezer (Foto: Alberto Maraux/SSP)

Segundo a polícia, o principal comparsa de Vinicius era o primo dele, André Luís Bacellar da França. Ele seria o responsável por coordenar a área financeira do grupo, recrutando laranjas e fazendo a lavagem de dinheiro da quadrilha. André Luís morava em uma casa de luxo em Camaçari, no mesmo terreno que outros familiares, e foi preso em flagrante.

De acordo com o delegado do Draco, Marcelo Calmon, os policiais encontraram um cofre com R$ 85 mil em dinheiro, escondido dentro de um freezer que estava desligado no sótão da casa de André Luís. O suspeito foi preso em flagrante e apresentado à imprensa nesta sexta com outras nove pessoas. Ele foi o único que não tentou esconder o rosto, mas não comentou o caso.

Policial pula o muro em busca de Galego, que morreu no confronto (Foto: Alberto Maraux/SSP)

Esquema
A polícia informou que André Luís contava com a ajuda de dois gerentes que administravam o tráfico de drogas: Laelson Santana Santos, conhecido como Galego, e outro homem identificado apenas como Lucas. O primeiro morreu durante uma troca de tiros com policiais da Força-tarefa e do Bope, nesta manhã. O segundo, conseguiu fugir e ainda está sendo procurado. Os outros integrantes da quadrilha atuavam no financiamento ou na distribuição das drogas.

Foram presos também Mariana Oliveira Costa, Geraildo Silva dos Santos, Wagner Bacellar Costa, Daniela Santos Canuto, Caio Vinícius Nascimento Santos, Maria Auxiliadora Bacellar Costa e Sérgio de Jesus Lima, este último não era alvo da operação, mas estava com Geraildo quando os policiais chegaram e, por isso, foi preso em flagrante por porte ilegal de arma e tráfico de droga.

Em Aracaju, os policiais capturaram Luís Henrique Oliveira de Freitas e Juliana Santos Teles da Silva. Todo esse grupo, exceto Sérgio, possuía mandado de prisão. Segundo a coordenadora do Draco, Andréa Ribeiro, os dez suspeitos serão indiciados por tráfico de drogas, associação ao tráfico, lavagem de dinheiro e porte ilegal de arma. Dois adolescentes também foram apreendidos por suspeita de envolvimento com o tráfico.

Fuzil apreendido com a quadrilha (Foto: Alberto Maraux/SSP)

Durante a operação, os policiais apreenderam 21 kg de maconha, em diferentes formas, e 13 armas, sendo um fuzil M15, de fabricação norte-americana, calibre 556, nove pistolas dos calibres 9 milímetros, ponto 40, 45 e 380, além de três revólveres calibre 38. Carros também foram apreendidos, entre eles duas Picapes Hillux, em Sergipe, e contas bancárias foram bloqueadas.

"Essa foi uma resposta do Estado para o crime organizado, feita de maneira integrada entre as forças de segurança", declarou o comandante do Policiamento Especializado da PM, coronel Humberto Sturaro.

Participaram da operação Balão Mágico policiais do Draco, Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), Inteligência Policial (DIP), Coordenadoria de Operações Policiais, Coordenadoria de Polícia do Interior (Coorpin), e dos batalhões de Choque e de Operações Policiais Especiais (Bope). Cerca de 100 policiais participaram da ação.

Quem tiver informações sobre o paradeiro dos suspeitos que estão sendo procurados ou que possam ajudar a polícia na investigação, podem entrar em contato pelo Disque Denúncia (71) 3235-0000. O sigilo é garantido. 


Relacionadas
Correio.play
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/pai-e-preso-por-afogar-filho-de-2-anos-em-bacia-para-fazer-ex-sofrer/
Ele contou a amigo que foi traído pela mãe da criança e queria se vingar
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/black-alien-fala-sobre-novo-disco-estou-sendo-eu-mesmo/
Lançado em abril, Abaixo de Zero: Hello Hell é apresentado no Pelourinho neste sábado (21)
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/policia-procura-casal-que-roubou-r-400-mil-de-idosas-na-barra-veja-video/
Irmãs, vítimas têm 89 e 93 anos; homem e mulher entraram disfarçados em prédio
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/baiana-de-21-anos-e-a-primeira-brasileira-a-vencer-premio-da-onu-sobre-meio-ambiente/
Anna Luísa criou o Aqualuz, dispositivo que torna água potável através de raios solares
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/indicado-pelo-brasil-a-corrida-do-oscar-a-vida-invisivel-ganha-trailer-confira/
Dirigido pelo cineasta Karin Aïnouz, o filme estreia nacionalmente em 31 de outubro  
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/ele-ameacava-minha-esposa-todos-os-dias-diz-marido-de-baleira-morta-pelo-irmao/
Baleira foi morta a tesouradas pelo irmão na última terça-feira (17)
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/policia-investiga-se-morte-de-empresaria-no-ce-foi-suicidio-ou-assassinato/
Ela discutia com o namorado no momento do disparo, que a atingiu no peito
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/rambo-ate-o-fim-e-o-adeus-do-personagem-de-stallone/
Quinto filme marca a despedida do soldado que chegou às telas em 1982
Ler Mais