Uruguai sai atrás, mas busca empate com o Chile na Copa América

esportes
21.06.2021, 20:28:00
Atualizado: 21.06.2021, 20:28:58
Suárez marcou o gol de empate do Uruguai contra o Chile (Sílvio Ávila/AFP)

Uruguai sai atrás, mas busca empate com o Chile na Copa América

La Roja abre o placar com Vargas e Celeste garante o 1x1 com Suárez

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

A seleção do Uruguai fez o primeiro gol e conquistou seu primeiro ponto, mas ainda não venceu na Copa América, após empatar, por 1x1, com o Chile, nesta segunda-feira (21), em Cuiabá, pela terceira rodada do Grupo A. Com este resultado, os chilenos somam cinco pontos e voltam a atuar quinta-feira (24), em Brasília, diante do Paraguai. Já os uruguaios jogam no mesmo dia, de novo em Cuiabá, diante da Bolívia.

Em menos de dez minutos de partida, o Uruguai conseguiu criar três boas oportunidades para abrir o placar, todas articuladas pelo meia Arrascaeta. Em duas delas, o goleiro Bravo realizou belas defesas. Apesar do domínio uruguaio, foi o Chile que abriu o placar, aos 26 minutos.

Em rápida tabela, Vargas tocou para Brereton, que devolveu para o atacante. O jogador do Atlético Mineiro invadiu a área e emendou uma bomba, sem defesa para o goleiro Muslera. Foi o 14º gol do atleta, que se aproxima dos lendários Noberto Mendéz, da Argentina, e Zizinho, do Brasil, autores de 17 gols na competição sul-americana.

Mesmo à frente no placar, o Chile permaneceu recuado, sofrendo uma pressão menor por parte do Uruguai, ressentido por ter sofrido o gol. Cavani, nos acréscimos, finalizou pela primeira vez com perigo, mas errou o alvo.

A etapa final foi muito mais interessante. O Uruguai se lançou ao ataque, mas mostrou problemas na recomposição do setor defensivo. Já o Chile ficou sem Vargas, machucado, e não teve habilidade para aproveitar os contra-ataques. Brereton e Arriagada falharam.

Mas contou com o oportunismo de Suárez para acabar com jejum de quatro jogos sem marcar. O atacante do Atlético de Madrid venceu a disputa com Vidal e empatou a partida, aos 21 minutos. O experiente chileno acabou deixando o gramado contundido.

A vitória esteve mais perto do Uruguai, após oportunidades desperdiçadas por Cavani e Suárez, mas o empate foi o resultado mais justo.

FICHA TÉCNICA:

Uruguai 1x1 Chile

Uruguai: Muslera; Giovanni González (Cáceres), Giménez, Godín e Viña (Jonathan Rodríguez); Vecino (Torreira), Valverde, Arrascaeta (Facundo Torres) e De La Cruz (Nández); Luis Suárez e Cavani. Técnico: Óscar Tabárez.

Chile: Bravo; Isla, Sierralta, Medel e Maripán (Roco), Mena; Vidal (Alarcón), Pulgar e Charles Aránguiz; Vargas (Meneses) e Brereton (Arriagada). Técnico: Martín Lasarte.

Gols: Vargas, aos 26 minutos do primeiro tempo. Suárez, aos 21 do segundo.
Árbitro: Raphael Claus (BRA).
Cartões amarelos: Valverde e Sierralta.
Local: Cuiabá.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas
  • Assinaturas: 71 3480-9140
  • Anuncie: 71 3203-1812
  • Ache Aqui Classificados: 71 3480-9130
  • Redação: 71 3203-1048