Venda de máquinas da "linha amarela" cresce 30% no primeiro semestre

estúdio correio
05.11.2020, 14:58:00
Atualizado: 05.11.2020, 14:58:43
(Crédito: John Deere/divulgação)

Venda de máquinas da "linha amarela" cresce 30% no primeiro semestre

São máquinas e equipamentos da “Linha Amarela” as escavadeiras, carregadeiras, retro-escavadeiras, compressores, gruas, guindastes e plataformas aéreas    

O Brasil registrou no primeiro semestre aumento de 30% nas vendas de máquinas da linha amarela, em comparação ao mesmo período do ano passado, segundo a Associação Brasileira de Tecnologia para Construção e Mineração (Sobratema), entidade que representa do setor.

São máquinas e equipamentos da “linha Amarela” as escavadeiras, carregadeiras, retro-escavadeiras, compressores, gruas, guindastes e plataformas aéreas. Essas máquinas respondem por 40% de um total de equipamentos consumidos por ano pelo mercado brasileiro. A venda de tratores usados, que também vem aumentando no Brasil, ajudou nos bons índices do setor de máquinas.

Em função dos bons resultados, a fabricante John Deere decidiu investir US$ 40 milhões na fábrica de Indaiatuba (SP) para a produção de motoniveladoras. A fábrica teve ampliação de 2 mil m² para acomodar a nova linha de montagem. Segundo a fabricante, trata-se de mais um importante passo da divisão das máquinas amarelas no planejamento de longo prazo da companhia no Brasil.

Redução no consumo
As motoniveladoras possuem o modo Eco, sistema que ao ser ativado reduz a rotação do motor e otimiza o consumo de combustível. A cabine das motoniveladoras da John Deere também oferece mais visibilidade da operação, melhorando a ergonomia do operador.conectar-se à máquina para realização remota de diagnóstico e análise de dados de desempenho do equipamento. Essa mesma tecnologia está disponível no trator John Deere, um dos mais vendidos no mercado nacional.


***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas