Vettel revela problemas na Ferrari que vão além do motor

esportes
24.11.2020, 13:39:00
Atualizado: 24.11.2020, 13:45:25
Tetracampeão mundial, Sebastian Vettel vai correr pela Aston Martin, atual Racing Point, em 2021 (Reprodução / Twitter)

Vettel revela problemas na Ferrari que vão além do motor

Piloto alemão deixará a escuderia italiana no fim da temporada

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Perto de sair da Ferrari - faltam três etapas para o final da temporada e seu contrato acaba ao final deste ano -, o alemão Sebastian Vettel fez comentários sobre as dificuldades que os carros da equipe italiana enfrentam neste momento. Para o tetracampeão mundial, o problema não é apenas um desempenho inferior do motor do modelo SF1000 como muitos acreditam. Mas também deficiências na comparação com os adversários.

"Em termos de potência de motor, perdemos alguma performance na comparação com o ano passado. Em relação ao design (do carro), demos um pequeno passo à frente. Na última temporada, nosso carro era bem eficiente. Tínhamos muita pressão aerodinâmica sem muito arrasto. Neste ano temos mais pressão aerodinâmica, mas também mais arrasto, e esse é um grande problema", disse Vettel, em entrevista ao jornal alemão Zeit.

O desempenho da Ferrari em 2020 caiu drasticamente. Se nos anos anteriores sempre estiveram entre os três primeiros colocados, neste ano estão brigando apenas para marcar pontos. Em 2019, principalmente após as férias de verão, era uma equipe que sempre alcançou pódios e até conquistou vitórias.

Dispensado da Ferrari para dar lugar ao espanhol Carlos Sainz Jr , hoje na McLaren, Vettel será piloto da Aston Martin (atual Racing Point) na próxima temporada. Pela equipe italiana, o alemão conquistou 14 vitórias e foi vice-campeão das temporadas de 2017 e 2018 - em 2020, o melhor resultado foi um terceiro lugar na Turquia, o último GP realizado há nove dias. Já a Ferrari vem em uma modesta sexta posição no Mundial de Construtores.

A Fórmula 1 volta às pistas neste final de semana para o GP do Bahrein, a 15.ª e antepenúltima etapa da temporada de 2020, no Circuito Internacional do Bahrein, em Sakhir.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas