Vitória da Conquista terá voos diretos para São Paulo a partir de agosto

bahia
28.03.2019, 17:41:00
Atualizado: 28.03.2019, 17:57:45

Vitória da Conquista terá voos diretos para São Paulo a partir de agosto

Prefeito anunciou que a cidade dispõe de mais de R$ 100 milhões para investir em obras

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Foto: Divulgação

A inauguração do novo aeroporto da cidade e implantar voos diretos para São Paulo são algumas das metas traçadas para 2019 pela gestão do prefeito Herzem Gusmão (MDB). O anúncio foi feito nesta quinta-feira (28), em visita à sede da Rede Bahia, no bairro da Federação, em Salvador.

A data de inauguração do Aeroporto Glauber Rocha não foi revelada, mas o prefeito garante que toda a obra já foi concluída, faltando apenas retoques finais em uma rotatória.

Embora não tenha arriscado uma data de inauguração, adiantou: “Tomei conhecimento que a empresa Gol já está noticiando vendas de passagens [de Vitória da Conquista] para São Paulo a partir de agosto já do novo aeroporto. Espero que até lá nosso Aeroporto Glauber Rocha esteja operando”.    

A informação foi confirmada pela assessoria de comunicação do Governo da Bahia, por meio de nota. "A partir do dia 8 de agosto, a Gol Linhas Aéreas passará a operar no novo Aeroporto Glauber Rocha (Vitória Conquista), com voos diários para São Paulo (Guarulhos), utilizando aeronaves Boeing 773-700, cuja capacidade é de 138 passageiros", disseo comunicado. 

O documento acrescenta ainda que "a construção do novo aeroporto deve ampliar para 500 mil a movimentação de passageiros ao ano". A obra é de responsabilidade da Secretaria de Infraestrutura do Estado (Seinfra).

Atualmente, a rota Vitória da Conquista/São Paulo é feita pela Gol, em parceria com a Passaredo, em aeronaves com capacidade para até 70 passageiros. No total, estão sendo investidos R$ 124 milhões na construção do Aeroporto Glauber Rocha.

Além disso, segundo o prefeito, Vitória da Conquista dispõe de mais de 100 milhões para investir em obras. “É uma tarefa árdua, mas gratificante. A sensação que temos é que agora estamos organizando a cidade se comparado a como está agora e como encontramos”, avalia. 

Outras metas da prefeitura são a construção de três parques para a população de Vitória da Conquista, bater o Índice de Desenvolvimento de Educação Básica (IDEB) e pavimentar a maior parte da cidade.

Foto: Sora Maia/CORREIO

Balanço
Em sua visita à Rede Bahia, Gusmão falou também sobre a cidade e fez um breve balanço dos frutos de sua gestão. Ele foi recebido pelo presidente da Rede Bahia, Antonio Carlos Júnior, pela diretora e acionista do CORREIO Renata Correia, além de representantes dos departamentos de Marketing e Comercial do CORREIO e da TV Bahia.

“Nós encontramos uma cidade com o Plano Diretor de Desenvolvimento Urbano [PDDU] vencido desde 2004. Sem um plano municipal de mobilidade urbana, nem de saneamento básico, com contrato da Embasa vencido. A Secretaria da Fazenda mais arcaica que temos no estado, sem planta genérica para sabermos até quanto é possível de arrecadar”, listou.

O gestor, que lamentou o estado no qual Vitória da Conqusita estava quando ele assumiu, orgulha-se dos avanços conquistados, sobretudo na área da saúde. “Só este ano nós conseguimos tratar e evitar a amputação de 30 membros de diabéticos”. Outra melhoria na saúde municipal apontada foi a reforma no Hospital da Criança. “Quando assumimos haviam 48 pontos de goteira. Hoje, é um hospital que vale a pena ser visitado”.  

Segundo Gusmão, Vitória Da Conquista hoje é também capaz de realizar cirurgias de cabeça, pescoço e próstata através do Hospital Samur, que foi habilitado para estes tipos de operação. Antes, o paciente que precisava deste procedimento pelo SUS precisava viajar até Salvador.

Para ele o primordial para atingir estas conquistas foi o planejamento. “Nós estamos reestruturando a cidade e seus planejamentos. Traçamos a poligonal do vale do Rio Verruga e isso é histórico para preservar a única porção de área verde que resistiu no centro da cidade. Estou certo de que estamos fazendo um bom trabalho”. 

Outros investimentos
Outra área que receberá atenção especial é a da educação. Para atingir sua meta de bater o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB), a nova gestão foi buscar o modelo de educação utilizado em Sobral (CE) - cidade que é referência em ensino fundamental no país.

“Conquista nunca bateu o IDEB, mas estamos trabalhando para que isso mude. Desde que adotamos o plano de Sobral, mais de 20 escolas bateram o IDEB e o número de crianças alfabetizadas, que sabem ler e interpretar um texto, saltou de 6,34% para 23%”, comemora o prefeito.  

Além disso, ele espera entregar a Vitória da Conquista, até 2020, três parques. Um deles ficará localizado na região conhecida como Poço Escuro - onde nasce o Rio Verruga - , já que a cidade não tem nenhum. Também haverá despoluição do rio, além de dar continuidade nas obras de pavimentação asfálticas, para dar mais qualidade de vida à população. 

* Com supervisão da subeditora Fernanda Varela

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas