Vitória lidera ranking nordestino na Série A por pontos corridos

esportes
05.09.2020, 06:00:00

Vitória lidera ranking nordestino na Série A por pontos corridos

No quesito pontuação, liderança está ameaçada em 2020; em participações, há empate com o Sport

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

O Campeonato Brasileiro é um desafio imenso para os times do Nordeste. Por terem, em regra, um orçamento menor do que concorrentes do Sudeste e do Sul, a limitação em 20 clubes na primeira divisão - com quatro rebaixados anualmente - fez o futebol da região se acostumar à gangorra de acesso e descenso desde que o modelo por pontos corridos foi implantado, em 2003. Nas letras e números a seguir, compilamos dados de todas as temporadas para saber qual o time nordestino se saiu melhor no atual formato de disputa, que está em sua 18ª edição em 2020.

A resposta é o Vitória, numa disputa muito parelha com o Sport. Os rubro-negros da Bahia e de Pernambuco têm o maior número de participações, dez, e protagonizaram as duas grandes campanhas da região até aqui: o 5º lugar do Leão baiano em 2013 e o 6º do pernambucano em 2015. Curiosamente, somaram o mesmo número de pontos nos anos de destaque: 59. E para o azar de ambos, as vagas para a Copa Libertadores na época se resumiam ao G4. Desde 2017, aumentaram para G6.

Dinei e Marquinhos jogavam no Vitória em 2013, melhor ano de um time nordestino nos pontos corridos
(Foto: Marcio Costa e Silva / CORREIO)


A história, porém, é construída dia após dia. E depois de passar sete anos sem disputar a Série A na década passada, o Bahia recuperou o tempo perdido na atual, em que se estabilizou na primeira divisão. Há quatro temporadas consecutivas na elite, pode igualar a marca de maior longevidade que pertence ao Sport. Ao todo, o tricolor está presente pela nona vez.

Atualmente, o Vitória disputa a Série B pela segunda temporada consecutiva. Em baixa, contrasta com o melhor momento do futebol nordestino, que pela terceira vez seguida tem quatro integrantes na Série A, um recorde para a região. Os atuais são Bahia, Ceará, Fortaleza e Sport.

Apenas nove clubes do Nordeste participaram do Brasileirão ao longo dessas 18 edições, sendo que América-RN e CSA foram visitantes de uma passagem só – o time potiguar, rebaixado em 2007 com 17 pontos, detém até hoje o recorde de pior campanha geral nos pontos corridos. Além da dupla, somente baianos, pernambucanos e cearenses tiveram representantes.

Abaixo do primeiro pelotão formado pela trinca Vitória, Sport e Bahia, destaca-se o crescimento recente do futebol cearense. Presentes na edição 2020, Ceará e Fortaleza somam cinco participações cada, sendo três consecutivas dos alvinegros e duas dos tricolores. Mesmo número do Náutico, que caiu em 2013 e não voltou mais. Entre os grandes de Pernambuco, o Santa Cruz leva a pior: apenas duas aparições, em 2006 e 2016. Atualmente, está na Série C.

Vitória e Sport: nordestinos que mais jogaram Série A nos pontos corridos; este ano, com o Leão baiano na B, eles só se encontraram no Nordestão 
(Foto: Paulo Paiva/Estadão Conteúdo)

Nordestinos na Série A por pontos corridos

2003 Vitória (16º), Bahia (23º) e Fortaleza (24º)

2004 Vitória (23º)

2005 Fortaleza (13º)

2006 Fortaleza (18º) e Santa Cruz (20º)

2007 Sport (14º), Náutico (15º) e América-RN (20º)

2008 Vitória (10º), Sport (11º) e Náutico (16º)

2009 Vitória (13º), Náutico (19º) e Sport (20º)

2010 Ceará (12º) e Vitória (17º)

2011 Bahia (14º) e Ceará (18º)

2012 Náutico (12º), Bahia (15º) e Sport (17º)

2013 Vitória (5º), Bahia (12º) e Náutico (20º)

2014 Sport (11º), Vitória (17º) e Bahia (18º)

2015 Sport (6º)

2016 Sport (14º), Vitória (16º) e Santa Cruz (19º)

2017 Bahia (12º), Sport (15º) e Vitória (16º)

2018 Bahia (11º), Ceará (15º), Sport (17º) e Vitória (19º)

2019 Fortaleza (9º), Bahia (11º), Ceará (16º) e CSA (18º)

2020 (em andamento) Bahia, Ceará, Fortaleza e Sport 

Bahia está na quarta temporada seguida no Brasileirão
(Foto: Felipe Oliveira/EC Bahia)


Ranking por pontos (entre parênteses, a pontuação em cada ano, por ordem cronológica)*

Vitória 468 (56 + 48 + 52 + 48 + 42 + 59 + 38 + 45 + 43 + 37)

Sport = 424 (51 + 52 + 31 + 41 + 52 + 59 + 47 + 45 + 39 + 7*)

Bahia = 379 (46 + 46 + 47 + 48 + 37 + 50 + 48 + 49 + 8*)

Fortaleza = 203 (49 + 55 + 38 + 53 + 8*)

Náutico = 200 (49 + 44 + 38 + 49 + 20)

Ceará = 179 (47 + 39 + 44 + 39 + 10*)

Santa Cruz = 59 (28 + 31)

América-RN = 17

CSA = 32

*Números atualizados até o fim da 7ª rodada de 2020. O Bahia fez seis partidas porque o jogo contra o Botafogo, pela 1ª rodada, foi adiado. Observação: a Série A teve 46 rodadas em 2003 e 2004. Em 2005, foram 42. Desde 2006, são 38.


Ranking por participação

Vitória e Sport 10
Bahia 9
Fortaleza, Ceará e Náutico 5
Santa Cruz 2
América-RN e CSA 1

Vinícius decidiu o clássico Ceará x Fortaleza na última quarta-feira; futebol cearense está em alta
(Foto: Felipe Santos / Ceará SC)


Melhor colocação: 5º lugar

Vitória em 2013. A campanha teve 16 vitórias, 11 empates e 11 derrotas.


Maior pontuação: 59 pontos

Vitória em 2013 e Sport em 2015. O Sport terminou em 6º naquele ano.


Maior longevidade: 5 anos

Sport de 2014 a 2018. O Bahia está em sua quarta temporada consecutiva e, se não for rebaixado este ano, iguala o recorde de permanência de um time nordestino na era dos pontos corridos.


Número de estados: 5

Bahia, Pernambuco, Ceará, Rio Grande do Norte e Alagoas são os estados que já tiveram representação nos pontos corridos. Sergipe, Paraíba, Piauí e Maranhão nunca jogaram.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas