Vitória vai fazer contraproposta ao Metalist por venda de David

e.c. vitória
27.01.2022, 20:09:00
David já voltou a treinar na Toca do Leão (Pietro Carpi/EC Vitória)

Vitória vai fazer contraproposta ao Metalist por venda de David

Negociação do atacante foi retomada após desacerto na semana passada

As negociações entre Vitória e Metalist por David não chegaram ao fim e o atacante ainda pode deixar a Toca do Leão em breve. De acordo com o presidente em exercício do rubro-negro, Fábio Mota, o clube ucraniano solicitou uma contraproposta, que será enviada sexta-feira (28).

"Não recebemos nova proposta. Nos pediram uma contraproposta da proposta que nós não aceitamos, pois não vendemos nas condições que ali estavam. Eles nos ligaram. Já estou falando direto com o Metalist e fiquei de mandar amanhã. A gente vai mandar amanhã a proposta", afirmou Fábio Mota.

As negociações começaram na semana passada e ocorreram inicialmente com o intermédio dos empresários de David. Na ocasião, Daniel Casagrande, agente do jogador, informou que a proposta consistia em pagar 1,2 milhão de dólares e o Vitória seguiria com 20% dos direitos econômicos para uma venda futura. Desse valor, o clube baiano receberia 996 mil dólares (aproximadamente R$ 5,4 milhões), já que tem atualmente 83% dos direitos. O restante é dividido da seguinte forma: 7% dos empresários e 10% do empresário Luciano Cortizo, que agenciou David no começo da carreira.

A proposta foi recusada pelo Vitória, e David se ausentou por seis dias da Toca do Leão, ficando de fora do triunfo por 1x0 contra o Barcelona de Ilhéus, na segunda rodada do Campeonato Baiano. As faltas seriam motivadas por um outro entrave, este sem envolver o clube ucraniano: a divisão de percentual dos direitos econômicos de David.

O jogador tem contrato com o Leão até 2024. Na última renovação, feita em maio de 2021, ainda na gestão de Paulo Carneiro, Daniel Casagrande afirma ter ficado acertado que David passaria a ter 10% dos próprios direitos. No entanto, o acerto não constou no contrato final que foi assinado.

"Isso não tem mais discussão. O Vitória não reconhece o que não tem em contrato. O contrato que está registrado na CBF não tem cláusula nenhuma", afirma Fábio Mota. "Tive (contato) com um dos empresários, inclusive o que assinou os contratos, e disse a ele que não tinha como o Vitória reconhecer. David está reintegrado ao time e treinando normal". O jogador voltou a treinar na quarta-feira (26).

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas