Vizinho do poeta: Hotel Fasano será inaugurado nesta sexta; veja como ficou

salvador
07.12.2018, 04:00:00
Atualizado: 07.12.2018, 07:48:45
(Foto: Renato Santana/CORREIO)

Vizinho do poeta: Hotel Fasano será inaugurado nesta sexta; veja como ficou

CORREIO entrou no hotel, na Praça Castro Alves, e mostra detalhes de como ficou o prédio

Passava das 10h da última terça-feira quando atravessamos o hall de entrada do Hotel Fasano, na Praça Castro Alves. Aos poucos, nos misturamos às centenas de funcionários que andavam de um lado para o outro, concentrados nos retoques finais da obra que durou quase sete anos para ser concluída e consumiu R$ 85 mi - R$ 25 mi a mais do que foi previsto.

O trabalho, executado pela Prima, dona do empreendimento, envolveu um delicado trabalho de restauro para preservar a originalidade do imóvel em estilo art déco que, durante 45 anos (1930-1975), abrigou, no subsolo e no primeiro andar, a primeira sede própria do jornal A Tarde, construída pela E. Kemnitz Cia & Ltda, por encomenda de Ernesto Simões, fundador do periódico. Nos demais andares, funcionavam escritórios, consultórios e até um hotel chamado Wagner.

A partir das 16h desta sexta-feira (7), quando o portão que dá acesso ao suntuoso prédio - tombado pelo Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural da Bahia (Ipac) - se abrir, mil convidados, entre esta sexta e sábado (8), testemunharão uma nova história do turismo baiano. A inauguração marcará a chegada à Bahia da bandeira comandada pela família Fasano, sinônimo de alto luxo na hotelaria brasileira.

Já no hall de entrada, dois brilhantes lustres de prata originais, do começo do século XX, iluminam o ambiente que mescla mármore Carrara italiano e madeiras nobres, cuidadosamente restaurados, dando as boas-vindas aos visitantes. Os forros de gesso desenhados foram recuperados e devolvidos ao teto de praticamente todos os 11 andares, mantendo a originalidade da decoração do passado.

Do lado direito está o lobby, com um grande balcão de mármore que rouba a cena do salão decorado com móveis de linhas retas de design brasileiro. Do lado esquerdo, onde antes era o Cine Tamoio – cujo prédio foi adquirido pela Prima e incorporado ao projeto – fica o Restaurante Fasano, com projeto  contemporâneo e referências locais, como desenhos de artistas baianos.

Nesse espaço, desde os lustres de ferro batido aos quadros de arte popular, nada foi colocado ali por acaso. A equipe do arquiteto Isay Weinfeld, autor do projeto do hotel, juntamente com o staff do grupo Fasano, medem as distâncias entre as peças, olham de longe para ver o efeito visual, desfazem e refazem até bater o martelo.

Restaurante
O restaurante, com portas que dão vista para a rua, conta com 70 lugares e um bar central com 12 assentos. O espaço tem ainda uma adega climatizada, cujo acesso se dá por uma bela escada de ferro, em formato de caracol, original da construção de 1930, totalmente restaurada. Na adega há espaço para pequenos eventos ou reuniões.

O cardápio privilegia a clássica cozinha italiana, responsável pelo sucesso e ascensão da marca Fasano no segmento gastronômico, que mais adiante a levou à hotelaria. Para dialogar com a cidade e se adequar à cultura local, Rogério Fasano encomendou à chef baiana Tereza Paim um menu da cozinha local a ser inserido no cardápio.

“Vamos trabalhar com os pratos tradicionais italianos, como a costoletta alla milanese, o filetto di manzo alla Rossini, enfim, um cardápio da cozinha clássica italiana, mas que valoriza também a cultura local”, diz Rogério Fasano.

Leveza
Quem espera suntuosidade vai se surpreender com um projeto arquitetônico limpo, onde o luxo e a riqueza estão no cuidado com o restauro, nos materiais de alta tecnologia e no mobiliário moderno. O interior do hotel associa o refinamento da marca Fasano a elementos que mantêm viva a história do edifício.

A estética regional foi valorizada com a mistura de tecidos e texturas, em diferentes tons de azul, com linhos e rendas do Nordeste. Essa cor predomina nos detalhes. 

“Trabalhamos com uma grande equipe de restauradores para recompor e recuperar os elementos decorativos, para que pudéssemos devolver as características originais do projeto”, diz Rubén Escartin, sócio-diretor da Prima.

Ainda segundo Escartin, desde que a Prima adquiriu o imóvel, em 2006, a ideia sempre foi manter as características do belo exemplar art déco. De lá para cá, foram 12 anos.

Lustres de prata originais do hall de entrada
Lustres de prata originais do hall de entrada (Foto: Renato Santana/CORREIO)
Decoração tem móveis de linhas retas
Decoração tem móveis de linhas retas (Foto: Renato Santana/CORREIO)
Imagens de artistas baianos fazem parte da decoração
Imagens de artistas baianos fazem parte da decoração (Foto: Renato Santana/CORREIO)
São 70 apartamentos, de 30m² a 75m²
São 70 apartamentos, de 30m² a 75m² (Foto: Renato Santana/CORREIO)
Piscina é revestida em granito Azul Bahia
Piscina é revestida em granito Azul Bahia (Foto: Renato Santana/CORREIO)
Fachada do prédio, que é tombado pelo Ipac, foi preservada
Fachada do prédio, que é tombado pelo Ipac, foi preservada (Foto: Renato Santana/CORREIO)
Portas originais foram restauradas e mantidas
Portas originais foram restauradas e mantidas (Foto: Renato Santana/CORREIO)
Hotel tem vista para praça e estátua de Castro Alves
Hotel tem vista para praça e estátua de Castro Alves (Foto: Renato Santana/CORREIO)

Apartamentos
São 70 quartos divididos nas categorias superior, luxo e luxo mar e suíte júnior. Todos são personalizados e exclusivos, com unidades que variam de 30m² a 75m².

Seguindo a linha arquitetônica dos demais cômodos, a decoração segue o estilo contemporâneo com doses sutis do vintage. As bandeiras de madeira sobre as portas ganharam cortina e funcionam como luminárias.

Um diferencial foi o tratamento acústico nas janelas e portas. O apartamento 106, onde funcionava a presidência do A Tarde, conservou o piso de taco, painéis de jacarandá e adornos de gesso.

“A particularidade desta unidade é ser um projeto de retrofit de um prédio histórico, o primeiro neste estilo, que preserva as características clássicas, mas com um conceito contemporâneo”, explica Constantino Bittencourt, CEO do Fasano.

Este é o sétimo empreendimento hoteleiro do grupo - primeiro do Nordeste - e quarto de perfil de hotel urbano.

Treinamento
Ao longo dos últimos 30 dias, parte da equipe do hotel que atua em outras unidades foi deslocada para Salvador para fazer o treinamento dos novos funcionários. “Foram 15 dias de treinamento interno num cinema aqui perto e outros 15 na operação”, explica Mayra Chinellato, diretora de operações do grupo.

Segundo ela, a operação vai funcionar com 190 colaboradores no total, sendo que 30 deles já trabalhavam em hotéis do grupo no Rio e São Paulo, que foram deslocados para a unidade baiana. Alguns, baianos, já atuavam no grupo e viram uma oportunidade de voltar.

“Sempre levamos uma equipe com experiência para tocar a operação. Após um período, a maioria retorna aos seus postos, enquanto outros sobem de posto e ficam", explica Mayra Chinellato.

Depois de 10 andares, o terraço, que ganhou uma alcunha americanizada de Rooftop, abriga a área de lazer. De lá, se pode ver a bela Baía de Todos os Santos, até de dentro da imponente piscina revestida com o exótico Granito Bahia, numa vista de 360 graus. Lá embaixo, o poeta Castro Alves celebra o antigo vizinho que viveu tanto tempo na escuridão e agora volta a ganhar vida. 

O guarda corpo do terraço é todo em vidro para permitir que as velhas São Salvador e Baía sejam apreciadas de qualquer ângulo. Deck de madeira recobre todo o piso e sobe pelas paredes. Por lá, todo o mobiliário é de madeira maciça, cuja sobriedade é quebrada pelos assentos em tecido azul para combinar com o céu, o mar e a
água da piscina.

Neste mesmo andar estão ainda o bar, uma academia de ginástica, a sauna e um SPA, com três salas de massagem, que leva a assinatura da massoterapeuta e terapeuta holística Fabrícia Nogueira. Há 12 anos, ela implementa e comanda todos os SPAs do Grupo Fasano. Tudo pronto para receber os primeiros hóspedes a partir do próximo dia 15 deste mês. Agora, só nos resta desejar as boas vindas à família Fasano em todas as línguas. Mas, por hora, damo-lhes um benvenuto e mandamos aquele axé!


Relacionadas
Correio.play
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/extremamente-arrependidos-diz-defesa-do-casal-que-agrediu-baiano-de-6-anos-no-df/
Advogado Rafael Pitzer informou que clientes receberam ameaças de morte
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/conheca-a-historia-de-joao-gabriel-goleiro-do-vitoria-ate-2021/
Cria da base, sergipano deixou a Toca em 2012; de volta, reencontrou ex-treinador
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/empresario-baiano-acusado-de-sonegacao-milionaria-e-preso-no-rio/
Dívida de dono da antiga Sandpiper é de quase R$ 4 milhões
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/duda-beat-apresenta-sua-sofrencia-pop-pela-primeira-vez-em-salvador/
A pernambucana foi considerada a artista revelação do ano pela APCA
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/mae-defende-mulher-que-agrediu-menino-baiano-no-afa-do-momento/
Ela usa como justificativa, ainda, que a criança teria xingado sua filha
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/alunos-da-ufba-apresentam-purificador-de-agua-que-usa-luz-solar-para-investidores/
Projeto Aqualuz é um dos destaques de evento na USP, nesta sexta (14)
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/casal-baiano-e-condenado-nos-eua-por-participar-de-sequestro-do-neto/
Carlos e Jemima Guimarães pegaram penas consideradas brandas
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/nao-da-para-acreditar-diz-mae-de-crianca-baiana-agredida-por-adultos-em-brasilia/
Vídeo mostra momento em que o pai segura o menino para que o filho bata  
Ler Mais