Você está em voo de cruzeiro, um dos motores para. Dá pra continuar?

pergunte ao comandante
09.08.2018, 05:00:00
Atualizado: 09.08.2018, 08:20:41

Você está em voo de cruzeiro, um dos motores para. Dá pra continuar?

Logo após a decolagem, você descobre que o piloto automático não está funcionando. Você continuaria o voo ou voltaria? (L. Mendonça - Brotas/SP)

Vai depender  de alguns fatores. O primeiro deles é a distância a ser voada. Na estrutura do espaço aéreo, qualquer voo entre 29000 e 41000 pés tem que ter um mínimo de equipamentos, e o piloto automático é um deles. Se for um voo longo, muito provavelmente o combustível será calculado para um voo de cruzeiro dentro dessa faixa, então, voando mais baixo, o consumo seria excessivo e não permitiria a continuidade. Se for um voo curto, é possível uma altitude de cruzeiro mais baixa sem prejudicar tanto o consumo, então seria possível seguir para o destino. Além disso, a decisão vai variar muito de aviador para aviador e o tanto que este estaria confortável em pilotar sem piloto automático, já que não é uma situação corriqueira. De qualquer forma, não existe uma decisão absolutamente correta.

Você está em voo de cruzeiro, um dos motores para. Dá pra continuar até o destino? (J. Peroba - Marabá/PA)

 Até daria,   mas não é adequado. Um avião bimotor voando com apenas um motor tem o consumo aumentado bastante, já que é preciso aplicar uma força aerodinâmica contrária à força do motor remanescente para balancear o avião e isto gerra arrasto, e também um avião com um motor só funcionando não pode voar em altitude adequada de cruzeiro, o que também aumenta o consumo. Tirando a parte do consumo, tem a parte da segurança. Com dois motores funcionando, se um parar, ainda sobra o outro. Se o outro parar, é problema na certa. Sendo assim, a decisão mais adequada é pousar no aeroporto adequado mais próximo.

Quantos pousos aguenta um pneu de avião? (H. Silva - Rio de Janeiro/RJ)

Um pneu de avião comercial vai durar uns 200 pousos, dependendo de quantos pousos duros. Mas não são descartados, são recapados e retornam novinhos para mais 200 pousos.