Voos para Carnaval de Salvador chegam a quase R$ 3 mil; saiba como economizar

carnaval
23.01.2016, 06:36:00

Voos para Carnaval de Salvador chegam a quase R$ 3 mil; saiba como economizar

Mesmo com a alta de preços, o setor turístico apresenta uma expectativa de ocupação acima de 95% durante o período da festa

De olho nos milhares de turistas que sonham em vir passar o Carnaval em Salvador, companhias aéreas inflacionam o preço das passagens durante o período. O preço do bilhete ida e volta de Fortaleza para Salvador, por exemplo, chegando no dia 5 e retornando no dia 10, está saindo por R$ 2.899 na Gol. A variação é de 350% em relação ao fim de semana seguinte, que custa R$ 642.

Mesmo com a alta de preços, o setor turístico apresenta uma expectativa de ocupação acima de 95% durante o período da festa, de acordo com pesquisa recente feita pela Associação Brasileira da Indústria de Hotéis, na Bahia (ABIH-BA). O lamento de empresários do setor é que a presença de visitantes na cidade poderia ser ainda maior se os preços não subissem tanto.

Chegada de turistas para o Verão de Salvador deve atingir o ápice no Carnaval, quando hotéis deverão ultrapassar a taxa de 95% de ocupação (Foto: Marina Silva/CORREIO)



Para o presidente do Sindicato das Empresas de Turismo no Estado da Bahia (Sindetur), Luiz Leão, a variação dos preços ocorre porque falta regulamentação das companhias. “As empresas aéreas fazem o que querem, impõem tudo”, afirma.
 
De acordo com o presidente da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis da Bahia (ABIH-BA), Glicério Lemos, o valor abusivo das passagens pode afetar todo o trade turístico. “Salvador é um ótimo destino, mas a aviação é um grande gargalo que afeta toda a cadeia produtiva do turismo, do  shopping center até a baiana de acarajé”, destaca.

Impacto no bolso
Em épocas como o Carnaval, o valor  dos voos para Salvador chega a ser até três vezes maior do que o normal, como explica Silvio Pessoa, presidente da Federação Baiana de Hospedagem e Alimentação (Febha). “Infelizmente, em períodos de grande procura, os preços duplicam, ou até triplicam. Quem deixa pra comprar de última hora terá que pagar muito mais, não por conta da hospedagem, mas sim pela  usura das companhias aéreas”, critica Pessoa.

A disparada do dólar é um dos fatores que estão incentivando a vinda dos turistas, que estão escolhendo viagens domésticas, em vez de destinos internacionais. Nesse cenário, a maior festa popular do mundo é uma das opções mais desejadas. Presidente do Salvador Destination, Paulo Gaudenzi diz que  o alto preço pode fazer com que o turista opte por outra localidade.

“Salvador é um bom produto, o que faz com que as  companhias aproveitem esse aumento da demanda para reajustar muito os preços, o que acaba nos prejudicando muito. Quem quer viajar, mesmo querendo vir para Salvador, acaba buscando destinos concorrentes, por conta do valor das passagens”, diz.  

A Associação Brasileira de Agências de Viagens na Bahia (Abav-BA) defende o aumento no número de voos. “Com uma demanda maior que a própria oferta, os preços ficam muito altos, afetando diretamente a venda de outros produtos, como hotéis e camarotes para o Carnaval, por exemplo”, explica o presidente da Abav-BA, José Alves.

“Já pedimos às empresas aéreas uma reavaliação para melhorar a oferta de voos para Salvador, mas não tivemos retorno”, conta.

Questão de mercado
Questionada sobre o aumento dos preços, a Associação Brasileira das Empresas Aéreas  (Abear) informou que desde  2002, com a instituição da liberdade tarifária no mercado brasileiro de aviação, as empresas aéreas passaram a ter o direito de definir os preços das passagens dentro das forças de mercado.

Segundo a entidade, as companhias podem oferecer passagens de diferentes preços, dentro de uma mesma classe de serviço, em função de parâmetros de compra como a aquisição conjunta de um bilhete de ida e volta e  antecedência da compra, por exemplo.

Saiba como economizar e conseguir passagens aéreas mais baratas
Planejamento é a palavra-chave na hora de economizar na compra de bilhetes aéreos. “Hoje, quanto mais você se programa, mais chance tem de pagar menos. Quanto mais em cima da hora, mais o preço sobe por conta da lotação dos voos”, explica o presidente da Sindetur, Luiz Leão. Segundo ele, nos finais de semana as companhias aéreas costumam disponibilizar dez assentos de cada voo em promoção. Quem chegar primeiro leva”.

Os voos de madrugada e dos fins de semana tendem a ser menos concorridos. “Os melhores horários e durante os dias da semana tendem a ser mais caros, porque é quando muitos executivos estão viajando”, completa.

A administradora Mariana de Oliveira se planejou e economizou bastante na sua passagem para curtir o Carnaval de Salvador este ano. “Usei 42 mil milhas para emitir dois bilhetes - ida e volta - para mim e minha amiga,  em uma promoção da Azul”. Segundo ela, na época, a passagem custava aproximadamente R$ 800, ida e volta, para cada uma, por conta do Carnaval, vindo no dia 04 e voltando no dia 10 de fevereiro. “Chequei o valor ontem e o mesmo voo que vamos pegar agora está custando R$ 2.358, com as taxas”, revela.

* Colaborou Clarissa Pacheco


***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas