VXI Enecult debate a cultura em tempos de pandemia

entretenimento
15.09.2020, 05:50:00
Tiganá Santana apresenta aula-show nesta quarta (16) (José de Holanda/divulgação)

VXI Enecult debate a cultura em tempos de pandemia

Evento online e gratuito reúne estudiosos do Brasil e do exterior, de hoje (15) a sexta (18)

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

O  Encontro de Estudos Multidisciplinares em Cultura (Enecult) chega à 16 ª edição adaptado às dinâmicas de distanciamento social. Com o tema Cultura é Vida, o evento  acontece totalmente online, de terça (15) a sexta (18), com transmissões das mesas e das atrações culturais, todas abertas ao público, através do  site www.cult.ufba.br/enecult , além das redes sociais do projeto.

Promovido pelo Centro de Estudos Multidisciplinares em Cultura (CULT), da Universidade Federal da Bahia (UFBA),  o evento contará com uma programação diversa, mas sem apresentações de trabalhos. Serão doze mesas de debates, que contemplam temas diversos e contemporâneos, além de  lançamentos de livros, atrações culturais e aula-show . 

A conferência de abertura Brasil Hoje, Cultura e Universidade será  hoje (15), das 9h30 às 11h, com a participação de Paulo Miguez, vice-reitor da UFBA e pesquisador na área de economia da cultura, com mediação de Lynn Alves, professora do Instituto de Humanidades, Artes e Ciências Professor Milton Santos (IHAC/UFBA) e que faz parte da coordenação do CULT. 

Lynn Alves explica que o Enecult online continuará reunindo uma riqueza de narrativas, de experiências e perspectiva culturais. “Marcar o espaço do Enecult nos debates é importante para seguirmos juntos, socializando conhecimentos, discutindo diferentes abordagens sobre a cultura na sociedade contemporânea. Realizá-lo remotamente mantém articulações de atores, discursos e manifestações culturais”, detalha a coordenadora.

Como parte da programação de abertura,  das 11h ao meio-dia, as pesquisadoras Angela Andrade e Sophia Rocha, ambas integrantes do CULT, apresentarão o Mapeamento Cultural da UFBA, coordenado pelo professor e pesquisador Albino Rubim. A experiência sistematizou, em produtos, o conhecimento de como a cultura perpassa toda universidade, tomando o ano de 2019 como exemplo. Neste encontro, será lançado um site que inclui textos, dados e materiais audiovisuais.

Atividades

Nesta 16ª edição, o Enecult pretende tensionar temas contemporâneos, a fim de reiterar a importância dos papéis desempenhados pela ciência, educação e cultura na sociedade. As mesas de debates contam com pesquisadores de diversas partes do Brasil e do mundo, e abrangem temas que vão desde os impactos da covid-19 na economia criativa às atuais disputas político-culturais no Brasil, passando pelas culturas da infância e isolamento social de crianças, os “ciberfeminismos 3.0”, além da etnocomunicação e estratégias de proteção às populações indígenas, e moda e pandemia, por exemplo.

Através da parceria entre a EDUFBA e a Associação Brasileira de Editoras (ABEU), serão lançados 10 títulos, com descontos, e, inclusive, ebook gratuito. Na lista, estão obras como A Construção da Notícia: Interseções entre Jornalismo e Comunicação Estratégica, de Claudiane Carvalho; Lampião em Cena: Criatividade na Cultura Vsual do Cangaço, de Germana de Araújo; e Tropifagia – Comendo o País Tropical, de Thiago Pondé e Aline de Carvalho. O link para acessar as obras que serão publicadas é: feirabeu.wixsite.com/abeu/

A programação também abriga uma mostra com produções audiovisuais, em parceria com a Fundação Gregório de Mattos (FGM), que ficarão disponíveis, gratuitamente, no canal do Enecult no YouTube (youtube.com/enecult) das 8h de terça-feira, 15 de setembro, até 0 h do dia 18.  Compõem a programação a série O Samba que Mora Aqui, dirigido por Vitor Rocha; o filme Ritos de Passagem, com direção de Chico Liberato; os documentários Balizando 2 de Julho, de Fabíola Aquino e Márcio Lima, e Orin – Música para os Orixás, dirigido por Henrique Duarte.

Na quarta (16) às 19h, o filósofo e cantor Tiganá Santana vai ao ar a aula-show Transtemporalidade, Tecnologias e Arte-feitiço Negras” Esta atividade online foi preparada especialmente para a 16º Enecult, numa combinação entre comentários teóricos e performance artística.

Campanha de máscaras

Para contrastar com os comportamentos e discursos do Governo Federal no que diz respeito às normas protetivas para combater a difusão do novo coronavírus, em respeito às medidas de distanciamento social recomendadas pela Organização Mundial de Saúde (OMS), e em luto pelas mais de 100 mil mortes causada pelo avanço da pandemia no Brasil, o XVI Enecult lança uma campanha pelo uso de máscaras. Elas se tornaram uma das grandes aliadas na prevenção do contágio, tornando-se sinônimo de proteção.

Por isso, participantes das mesas do evento foram convocados a registrarem em fotos suas adesões ao uso de máscaras, como ato de respeito às vidas de quem as utiliza uma vez que a atitude expressa respeito e cuidado consigo, e com os outros. Ainda não existe tratamento ou vacina que justifique flexibilizar as regras de distanciamento social, mas uma das formas de ratificar a importância dos laços é, justamente, compartilhando posturas protetivas. E, o uso de máscaras tem, nesses tempos essa simbologia.


SERVIÇO

XVI Encontro de Estudos Multidisciplinares em Cultura (Enecult)

Quando: 15 a 18 de setembro de 2020, terça a sexta Transmissões de mesas online em: cult.ufba.br/enecult e youtube.com/enecult Inscrições gratuitas até 18 de setembro para quem desejar certificado: enecult.ufba.br

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas