Zagueiro da Seleção reage a assalto e dá soco em ladrão; assista

esportes
01.12.2021, 16:35:00
Gabriel Magalhães reagiu a assalto e entrou em luta com bandido (Marco Galvão/CBF)

Zagueiro da Seleção reage a assalto e dá soco em ladrão; assista

Gabriel Magalhães, do Arsenal, foi vítima de uma tentativa de assalto em Londres

O zagueiro Gabriel Magalhães, que defende o Arsenal, viveu momentos de tensão em sua casa, em Londres. Convocado para os últimos jogos da seleção brasileira, o jogador foi abordado por bandidos mascarados, reagiu ao assalto e deu um soco em um dos ladrões, que estava com um taco de beisebol. 

O caso aconteceu em agosto, mas as imagens do episódio só foram divulgadas agora pela imprensa inglesa. Segundo o jornal Daily Mail, o grupo de assaltantes seguiu Gabriel e um amigo até a casa do defensor, no norte de Londres. No local, os ladrões anunciaram o assalto e exigiram o celular, o relógio e as chaves da Mercedes do jogador, avaliada em 45 mil libras (cerca de R$ 335 mil).

No vídeo, é possível ver que o zagueiro entrega as chaves. Na sequência, um dos bandidos aparece tentando bater no atleta com o taco de beisebol, mas Gabriel acerta o rosto do assaltante com um soco. Apesar da luta, o ladrão conseguiu fugir.

De acordo com o Daily Mail, o homem foi identificado como Abderaham Muse. O homem de 26 anos, que já tinha passagem pela polícia por roubo e porte de armas perigosas, foi condenado a cinco anos de prisão no mês passado.

O técnico do Arsenal, Mikel Arteta, falou sobre o episódio em entrevista coletiva.

"Não é algo legal de se passar quando você tem sua família envolvida, gente tentando entrar em sua casa. Gabi mostrou muito caráter. Crédito para ele", disse. "Depois de tudo ele estava bem. É claro que ficou chocado, obviamente quis mudar algumas coisas em sua vida para evitar que isso ocorra novamente", completou.

Gabriel Magalhães foi revelado pelo Avaí e se transferiu para a Europa em 2017, onde atuou por Lille, Troyes e Dínamo Zagreb II. Em setembro do ano passado, foi contratado pelo Arsenal. Nas últimas 10 partidas, foi titular em todas e jogou os 90 minutos.

As boas atuações fizeram o jogador ser convocado pelo técnico Tite para a seleção brasileira em jogos das Eliminatórias Sul-Americanas da Copa do Mundo de 2022, no Catar. Ele ficou no banco na vitória contra a Colômbia, por 1x0, e no empate sem gols diante da Argentina.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas