Zagueiro de time grego é punido pela Uefa por tatuagem 'polêmica'

esportes
29.09.2021, 20:00:00
Ognjen Vranjes e a tatuagem controversa no braço direito (Reprodução/Instagram @ognjen_vranjes)

Zagueiro de time grego é punido pela Uefa por tatuagem 'polêmica'

Ognjen Vranjes, do AEK, tem estampado no braço direito o rosto de um padre ortodoxo sérvio acusado de crimes de guerra

A Uefa acusou o zagueiro Ognjen Vranjes, do time grego AEK, de conduta antiética. A denúncia veio por causa de uma tatuagem polêmica do jogador. Em seu braço direito, ele tem desenhado o rosto de Momcilo Djujic, um sacerdote sérvio que foi o líder dos chetniks durante a Segunda Guerra Mundial. 

Para os bósnios, Djujic é considerado um criminoso de guerra e apoiador dos fascistas italianos e das tropas nazistas. 

A entidade europeia não deu maiores detalhes sobre a denúncia, apenas disse que o zagueiro de 31 anos exibiu a imagem na vitória do AEK por 1x0 sobre o Velez na Liga Conferência, em julho, e que foi punido por causa dela. Também não informou quais sanções ele sofrerá.

O jogador tem histórico polêmico. Ele é conhecido por provocações aos rivais e já fez, nas redes sociais, posts considerados ofensivos pela federação grega de futebol. Vranjes também tem uma tatuagem em referência à torcida organizada mais radical do AEK.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas