Zé do Caixão ganhará versão americana produzida por Elijah Wood

entretenimento
14.10.2021, 13:09:36
(Divulgação)

Zé do Caixão ganhará versão americana produzida por Elijah Wood

Nos EUA, ele é conhecido como Coffin Joe

Zé do Caixão, personagem criado e interpretado ao longo de décadas por José Mojica Marins, deve voltar em breve às telonas - só que, desta vez, além das fronteiras brasileiras. O site de notícias Screen Daily informou nesta quinta-feira, 14, que o personagem deve ganhar novos filmes nos Estados Unidos e no México. A iniciativa é conduzida pela produtora americana SpectreVision, fundada por Elijah Wood (o Frodo de O Senhor dos Anéis) e pela britânica OneEyed Films, responsável pelas vendas internacionais do catálogo do personagem.

Ao Screen Daily, a SpectreVision disse que a ideia é trazer "uma versão mais popular, acessível e atualizada do Zé do Caixão, fiel ao público que o adora desde sempre, mas apresentando-o para uma audiência nova e mais ampla".

"Zé do Caixão é um bicho-papão icônico e indelével que merece ser reimaginado para nossa cultura contemporânea", disse Daniel Noah, um dos responsáveis pela SpectreVision. "Estamos ansiosos para criar um novo filme que capture a arte sombria da criação singular de Marins para o nosso mundo moderno."

O filme americano ainda estaria em fase de pré-produção, com escalação de roteiristas, diretor e elenco. Já o longa-metragem do México está mais avançado, com roteiro sendo desenvolvido pela dupla Lex Ortega e Adrian Garcia Bogliano (do filme Animales Humanos). Ainda não há informações sobre a data oficial de lançamento de nenhum dos dois longas.

O personagem Zé do Caixão
A primeira aparição do Zé do Caixão foi em 1964, quando José Mojica Marins criou o personagem para o clássico longa-metragem de terror À Meia-Noite Levarei a sua Alma. Depois, a figura desse coveiro envolvido em artes místicas apareceu em mais nove filmes e três séries de televisão.

Consolidado como uma das figuras mais importantes da cultura pop brasileira, o Zé do Caixão acabou se confundindo com a imagem de seu criador, Mojica Marins, que constantemente era chamado pelo nome de seu personagem. No exterior, Zé do Caixão também fez sucesso entre o público interessado em histórias de terror, sendo chamado localmente de Coffin Joe. Mojica morreu em fevereiro de 2020, aos 83 anos, deixando como legado esse personagem que, agora, deve ganhar o mundo.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas