Festejo do Teatro Lambe-Lambe marca 28 anos de criação da técnica

Evento será realizado no sábado e domingo, com entrada franca e aberta para a população

Publicado em 29 de setembro de 2017 às 17:38

- Atualizado há 10 meses

. Crédito: Divulgação

Para marcar as comemorações de 28 anos do Teatro Lambe-Lambe, será realizado nesse final de semana O Festejo do Teatro Lambe-Lambe. As atividades terão início no sábado(30), à partir das 9h, com a mesa-redonda Rumos do Teatro Lambe-Lambe, no Teatro Martim Gonçalves, com entrada franca e no dia 1º de outubro, domingo, com apresentações de Teatro Lambe-Lambe no Vão Livre do Teatro Castro Alves, das 10h às 17, com entrada franca. Na oportunidade, 16 caixas de apresentação estará no Vão Livre do Teatro Castro Alves, inclusive o espetáculo A Dança do Parto, primeiro trabalho realizado com a técnica.

A técnica teatral foi criada na Bahia, em 1989, pelas arte-educadoras Denise Di Santos e Ismine Lima e tem ganhado espaço em outros estados e até em outros países, a exemplo de Belo Horizonte e em Valparaíso, no Chile. A proposta é inspirada nos antigos fotógrafos de praça das cidades do Brasil, conhecidos popularmente como fotógrafos de lambe-lambe.

Um espetáculo de Teatro de Lambe-Lambe dura, em média, dois ou três minutos. O lambelambeiro, artista que conduz o espetáculo manipulando os bonecos em miniaturas, se apresenta repetidas vezes durante o evento, fazendo espetáculos individuais, ou seja, atendendo a um espectador por vez. É um programa diferente que pode ser apreciado por toda a família, crianças e adultos, e cada um vive individualmente o seu próprio espetáculo, divertindo-se e se emocionando, olhando dentro da caixa para viver, por alguns minutos, uma história inteira acontecendo na menor sala de espetáculos.

Serviço:

Festejo do Teatro Lambe-Lambe

Mesa Redonda Rumos do Teatro Lambe-Lambe

Onde: Teatro Martim Gonçalves

Quando: 30 de setembro (sábado), às 9h

Ingresso: Entrada franca

 

Apresentações de Teatro Lambe-Lambe

Onde: Vão Livre do Teatro Castro Alves

Quando: 1º de outubro (domingo), das 10h às 17

Ingresso: Entrada franca