Empresas apostam no social como diferencial competitivo

agenda bahia
09.11.2016, 17:00:00
Atualizado: 03.11.2017, 22:56:02

Empresas apostam no social como diferencial competitivo

Painel reuniu jovens empreendedores baianos em bate-papo sobre como as empresas podem ser melhores para o mundo
Painel reuniu empreendedores baianos (Foto: Evandro Veiga/CORREIO)

Para se transformar em uma empresa que trabalha para um mundo melhor, reúna uma ideia original, objetivos claros e parceiros, muitos parceiros. Essa foi a tônica do painel “Empresas B: como ser uma empresa melhor para o mundo”, parte da programação do Agenda Bahia. A atividade contou com baianos que estão fazendo a diferença em um bate-papo mediado pelo presidente do Sistema B, Marcel Fukayama.

O sócio da marca Euzaria, Zé Pimenta, defendeu o capitalismo consciente. “A gente percebe que as pessoas não querem só sair da crise, querem também trabalhar naquilo que acreditam”, afirmou.

Já a empreendedora Camila Godinho é otimista em relação à mudança do perfil social das empresas. Ela está à frente da Ser, uma incubadora de empresas socialmente responsáveis. “O mais válido é perceber como esse é um movimento sem volta. É um diferencial competitivo e o consumidor está cada vez mais consciente”.

Assim como a empresa de Camila, a Zebu Mídias Sustentáveis foi outra empresa certificada pelo Sistema B no painel. A Zebu tem como sócio um baiano radicado no Rio de Janeiro, Amon Pinto. Ele exemplificou como pensar nos detalhes ajuda a se tornar uma empresa melhor. A Zebu confecciona um cartão de visita biodegradável produzido com bambu e tinta térmica que vira adubo.

Quem também exemplificou a possibilidade de ações sustentáveis foi Adriano Meyer, do Grupo Aurantiaca, que tem entre suas marcas a água de coco Obrigado!