Seminário trará bons exemplos de transformação social e econômica em cidades do Brasil e exterior

Centro de Medelín. Cidade se transformou em exemplo de inovação (Divulgação)

Seminário trará bons exemplos de transformação social e econômica em cidades do Brasil e exterior

Palestrantes da oitava edição do fórum Agenda Bahia discutirão sustentabilidade, mobilidade e coleta seletiva, entre outros assuntos

Educar pelo exemplo é uma forma eficiente de garantir transformação social. Durante o seminário Cidades, que acontece em 30 de agosto, dentro da programação deste ano do fórum Agenda Bahia, especialistas em desenvolvimento sustentável do Brasil e América Latina trarão experiências positivas e bem-sucedidas para apresentar ao público de Salvador. 

Entre os destaques a serem mostrados está o caso de Medelín, na Colômbia, que de uma das cidades mais violentas do mundo, passou por uma grande transformação e hoje é considerada um polo de inovação. O projeto que mudou a realidade social e econômica de Medelín será apresentado pelo arquiteto e professor Carlos Cadena Gaitán, coordenador acadêmico do Centro de Estudos Urbanos e Ambientais da Universidade colombiana EAFIT.

Durante a palestra de abertura do seminário, Medellín: lições de um ecossistema de transformação coletiva, Gaitán irá mostrar como a sinergia entre atores sociais - como o poder público, empresas privadas e a sociedade civil - promove melhorias que vão desde a infraestrutura e mobilidade nos centros urbanos, até questões sociais.

Ainda na programação matutina do seminário, Clarisse Linke, diretora executiva do Instituto de Políticas de Transporte e Desenvolvimento, vai mostrar, com a apresentação do tema A mobilidade e o futuro das cidades, como é possível recriar os atuais centros urbanos em um formato mais compacto e integrado, de forma a facilitar o dia a dia de quem vive nesses locais. 

Em cidades como Barcelona, na Espanha, ou em Copenhague, na Dinamarca, país considerado um dos mais sustentáveis do mundo, existem bairros projetados para permitir ao cidadão morar, trabalhar, estudar e se divertir, com qualidade, em uma mesma região, evitando grandes deslocamentos, horas perdidas no trânsito e, em consequência, melhorando a qualidade de vida. A ideia é permitir que as pessoas estabeleçam usos mais inteligentes e agradáveis do espaço público.

E como um dos principais problemas das cidades é a gestão dos resíduos sólidos, o sócio-diretor de Inteligência de Recursos da Giral, Mateus Mendonça, vai apresentar a experiência da primeira rua “lixo zero” de São Paulo. Na palestra Experiência compartilhada: Ações inovadoras em sistemas de coleta seletiva, reciclagem inclusiva e engajamento cidadão, Mateus mostrará os resultados de um projeto implantado no bairro de Vila Madalena, zona oeste da cidade, em uma rua de 150 metros. Todo o material orgânico produzido pelos moradores dessa rua vira compostagem e o restante do lixo é totalmente reciclado.

Os três palestrantes vão ainda participar de talkshows após cada apresentação, com a comentarista da GloboNews e colunista do jornal O Globo, Flávia Oliveira. E, no final do manhã, eles farão um debate em torno da seguinte questão: “Em que cidades queremos viver?”

As inscrições para o seminário Cidades são gratuitas e já estão abertas no site www.agendabahiacorreio.com.br/cidades

O Fórum Agenda Bahia 2017 é uma realização do CORREIO, com apoio institucional da Prefeitura Municipal de Salvador (PMS), Federação das Indústrias do Estado da Bahia (Fieb) e Rede Bahia; patrocínio da Coelba e da Odebrecht; e apoio da Revita.

Conheça os palestrantes:

Professor irá mostrar experiências positivas de Medelín (Foto: Divulgação)

*Carlos Cadena Gaitán – arquiteto e Ph.D. pela Universidade de Maastricht, na Holanda, é professor e coordenador acadêmico do Centro de Estudos Urbanos e Ambientais da Universidade colombiana EAFIT; além de pesquisador afiliado à Universidade das Nações Unidas. Foi eleito Líder de Sustentabilidade do Futuro, em 2015, por ações como o coletivo La Ciudad Verde e o Fórum Mundial de Bicicletas. Realiza pesquisas sobre planejamento urbano e ambiental; além de mobilidade urbana sustentável.

Clarisse Linke vai compartilhar sua vasta experiência com programas sociais

(Foto: Divulgação)

*Clarisse Linke – mestre em Políticas Sociais, Ongs e Desenvolvimento, pela London School of Economics and Political Sciente, e pós-graduada em Terceiro Setor, pelo Instituto de Economia da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ); é diretora executiva do Instituto de Políticas de Transporte e Desenvolvimento (ITDP, da sigla em inglês para Institute for Transportation and Development Policy). Desde 2001, trabalha com planejamento e implementação de políticas e programas sociais no Brasil, Moçambique e Namíbia. 

Empreendedor criou projeto da primeira rua "lixo zero" de São Paulo

(Foto: Divulgação)

*Matheus Mendonça – sócio-diretor de Inteligência de Recursos da Giral, empreendedor e especialista em sistemas inclusivos, participativos e descentralizados para gestão de recursos recicláveis. Atua há mais de 10 anos no design de estratégias, metodologias de investimento, suporte e aprendizagem para o desenvolvimento e a inserção de cooperativas de catadores de materiais recicláveis nos sistemas de gestão de resíduos sólidos da América Latina. Presta consultoria para grandes empresas e entidades.