Justiça do Rio proíbe venda e divulgação do livro de Hitler

Quem descumprir a decisão do juiz Alberto Salomão Junior, da 33ª Vara Criminal da Capita

Publicado em 3 de fevereiro de 2016 às 17:05

- Atualizado há 10 meses

A Justiça do Rio de Janeiro proibiu a exposição, venda e divulgação do livro escrito por Adolf Hitler, "Minha Luta", determinando apreensão de exemplares da obra. Quem descumprir a decisão do juiz Alberto Salomão Junior, da 33ª Vara Criminal da Capital, terá que pagar multa de R$ 5 mil por cada exemplar divulgado ou vendido e pode até ser preso em flagrante. O pedido de proibição partiu do Ministério Público.Capa do livro “Minha luta”, em edição que ainda seria lançada pela Geração Editorial(Foto: Divulgação)A decisão do juiz é de ontem e afirma que há "urgência em evitar a disseminação do livro com ideias contrárias aos direitos humanos, que é fundamento e objetivo fundamental da República Federativa do Brasil".

Responsáveis pelas editoras ou livrarias têm prazo de cinco dias para apresentar resposta.