Satélite: Bellintani comanda busca por novos quadros para o PPS

Linha Fina Lorem ipsum dolor sit amet consectetur adipisicing elit. Dolorum ipsa voluptatum enim voluptatem dignissimos.

Publicado em 31 de outubro de 2015 às 05:45

- Atualizado há um ano

Apesar de novato na política, o secretário de Educação de Salvador, Guilherme Bellintani, tem andado com passo de gente grande. Filiado ao PPS há pouco mais de um mês, Bellintani iniciou recentemente uma busca por novos quadros para o partido. O foco são artistas e personalidades com engajamento social, líderes comunitários, ativistas e militantes de esquerda insatisfeitos em suas atuais legendas.  Os nomes são mantidos em sigilo, mas nos bastidores do PPS dá-se como certa a ida do ator e apresentador de TV Jackson Costa,  conhecido por trabalhos de destaque em novelas da Globo e produções de teatro com sucesso de público e crítica. “De fato, trabalho para ajudar o partido a crescer, a ganhar ares mais modernos. Isso passa por atrair pessoas capazes de dialogar com as diversas parcelas da sociedade, mas não posso expor as pessoas com quem converso. Não seria correto”, desconversa.

Pelas ondasFora do universo das artes, há ainda conversas avançadas com um dos nomes mais famosos da nova geração da TV e rádio baianos. Bellintani adianta que negocia o ingresso no PPS de uma líder do setor de educação e de dirigentes de movimentos sociais atualmente filiados ao PCdoB e do PT.

Nas beiradasDe acordo com Bellintani, o PPS age por dois caminhos: atrair quem não pertence a partidos, mas é politicamente engajado, e abrir espaço a pessoas que estão fora do arco de sustentação do prefeito ACM Neto (DEM) , mas querem entrar. “Não nos interessa movimentos  dentro da base aliada”, garante.

Bate-voltaChegou à direção estadual do PDT o recurso em que o presidente da Assembleia, Marcelo Nilo, pede desfiliação da sigla à Justiça Eleitoral. Na ação, Nilo alega que foi chamado de “desqualificado” pelo presidente do PDT baiano, deputado Félix Mendonça Júnior. “Ele queria ser candidato a vice ou senador na chapa majoritária do PT em 2014, mas foi desqualificado para a vaga pelos próprios aliados. Como se vê, só confirmei o que acham dele”, ironizou Félix.

Vespeiro mexidoEnquanto busca aval para mudar de casa sem cair na infidelidade partidária, Marcelo Nilo arranjou outra sarna para lhe dar coceira. Ao defender a extinção do Tribunal de Contas dos Municípios (TCM), Nilo angariou novos desafetos. Agora, entre os servidores  da Corte, a ordem é passar a lupa sobre as finanças da Assembleia em suas cinco gestões. Para isso, contam com o corporativismo dos colegas do Tribunal de Contas do Estado (TCE) .

Resposta da PMSobre a nota “Olho no Lance”, publicada na Satélite de ontem, a Polícia Militar, por meio de sua assessoria, afirma que ampliou o efetivo de segurança no bairro com viaturas, rondas em motocicletas, patrulhamento a pé e bases comunitárias móveis, além de um pelotão implantado, ano passado, em Stella Maris. A PM afirma ainda que emprega unidades especializadas e táticas para policiar a área de forma mais ostensiva, a exemplo da cavalaria, que, segundo a polícia, ajudam a manter a tranquilidade desde a inauguração da nova orla de Itapuã. “As ações da PM em todo estado atendem a critérios técnicos de policiamento e não a questões políticas”, conclui a nota.Hoje, se ocorrer uma tragédia não se sabe quem embarcou nos ferriesLeandro Guerrilha (PDT), vereador de Salvador, sobre a falta de registro de passageiros nas travessias marítimas

Pílula*Depois da sanção do governador Rui Costa (PT) ao seu projeto de lei que cria o passe livre das ambulâncias nos pedágios,  o deputado Alex da Piatã (PMDB) quer agora que a Sesab implante GPS para monitorar esses veículos. Faz sentido!